Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Video games violentos podem criar um sociedade que respeita as leis
Video games violentos podem criar um sociedade que respeita as leis
Comportamentos moralmente inadequados nos jogos eletrônicos podem resultar em bom comportamento na vida real.

Um estudo conduzido por cientistas de várias universidades norte-americanas, como de Nova York, Michigan e Texas, confirma que cometer atos imorais nos jogos pode fazer com que os gamers sintam mais culpa. Por isso, eles se tornam pessoas mais sensíveis aos mesmos códigos morais que foram violados, enquanto estavam jogando, e tendem a se comportar bem, respeitando as regras sociais voluntariamente.

A pesquisa chega contrariando aquelas declarações ultrapassadas de que games violentos geram jovens violentos. Isso significa que você pode fazer bastante cagada jogando "GTA 5" e "Watch Dogs" porque, no fundo, isso está te doutrinando a ser um bom moço ou boa moça.

"Ao contrário da crença popular, engajar-se em comportamentos hediondos em ambientes virtuais pode levar a um aumento da sensibilidade para as questões morais", afirmou Matthew Grizzard, professor assistente no departamento de comunicação da Universidade de Buffalo. "Os resultados do estudo sugerem uma relação entre o desempenho de comportamentos anti-sociais em jogos de vídeo e do potencial de efeitos pró-sociais", explica o pesquisador.

Em outras palavras, os jogos de tiro, porrada e bomba podem ser um estímulo para que os jogadores façam coisas boas para outras pessoas. Já pode contar essa notícia quando seus pais começarem a te encher falando que você vai virar um assassino só porque mata pessoas no videogame.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema