Siga-nos no Snapchat

purebreakbrasil

A mãe de Bruno (Caio Paduan) terá que cuidar da nora, mesmo contra sua vontade.

Na novela "O Outro Lado do Paraíso" a lei do retorno realmente funciona e, nos próximos capítulos, Nádia (Eliane Giardini) sofrerá um pouco a consequência por seu preconceito. A dona do salão de Palmas, que sempre odiou a nora, Raquel (Érika Januza), terá que cuidar da juíza, já que Bruno (Caio Paduan) irá levar a namorada para se recuperar do atropelamento que sofreu a mando de Sophia (Marieta Severo) na sua casa.

A esposa de Gustavo (Luis Melo) fica tensa logo de cara e pergunta o que terá que fazer e Bruno explica que ela terá que dar banho e comida à juíza, já que ela não pode andar, só que Nádia não fica nada satisfeita e já diz: "Eu, servir uma negra?". O delegado dá um ultimato e diz que se ela não servir Raquel, ele some da casa da família para sempre. Sem escolha, ela aceita e, ao chegar na casa do namorado, a juíza é recebida com falsos sorrisos pela sogra, que diz: "Entre, Raquel querida. Estou aqui para dar todo meu apoio".

Já instalada no quarto do amado, Raquel comenta com o namorado que está se sentindo uma princesa e, assim que Bruno sai do local, Nádia dispara: "Quem diria, não é? Eu, servindo uma negra do quilombo". A melhor amiga de Clara (Bianca Bin) não deixa barato e ainda devolve: "Vai ter que me servir", debocha.

Quanto tempo Nádia irá suportar a futura nora? Pra saber, continue acompanhando aqui no Purebreak as emoções de "O Outro Lado do Paraíso", que é exibida de segunda a sábado, às 21h20, na Globo.