Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Leia a resenha do Purebreak de "Tartarugas Até Lá Embaixo"
Leia a resenha do Purebreak de "Tartarugas Até Lá Embaixo"
Leia a resenha sem spoilers do Purebreak!

A editora Intrínseca nos enviou e o Purebreak leu: "Tartarugas Até Lá Embaixo", livro mais recente lançado por John Green, autor do sucesso "A Culpa É das Estrelas", é um verdadeiro tiro. Em 256 páginas, o escritor consegue proporcionar aos leitores um mergulho na mente de uma adolescente que enfrenta os desafios da idade, enquanto lida com transtornos psicológicos que são verdadeiros pesadelos até pra gente grande.

Aza Holmes está no colégio, quando Daisy, sua melhor amiga, surge com uma notícia: a Polícia está oferecendo uma bolada de dinheiro para quem der qualquer pista que ajude a encontrar Russell Prickett, um magnata local que fugiu de casa após ser acusado de corrupção. Juntas, elas decidem embarcar nessa missão. A primeira parada é se reaproximar de Davis, filho adolescente de Russell, com quem Aza tinha uma amizade durante a infância.

No começo, a história pode parecer cheia de ação. Porém, ao longo dos capítulos, fica claro que a intenção de John Green não é focar no caso policial. Aza, narradora do livro, é uma menina que encara um problema cada vez mais comum às pessoas da sua idade: a ansiedade e, consequentemente, o TOC - Transtorno Obsessivo Compulsivo. Apesar de querer viver uma vida normal, a protagonista não consegue beijar sem imaginar os micróbios que invadem seu corpo. Qualquer situação social vira um bicho papão, porque ela é consumida pelos seus próprios pensamentos, entrando no que a estudante chama de "espirais que parecem estar se afunilando".

A trama até pode ser gatilho para adolescentes que passam pela mesma coisa. Porém, o autor, que enfrenta os mesmos problemas na vida real, não permite que isso aconteça. Para os jovens com transtornos mentais, Aza é, ao mesmo tempo, uma amiga e um espelho, que reflete os seus problemas e te faz entender que é possível criar laços com outros ser humanos. Acima de tudo, a lição de "Tartarugas Até Lá Embaixo" é de que você pode seguir em frente, mesmo que, às vezes, sua mente tente te convencer do contrário.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema