Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

As empresas tiraram de suas lojas online o jogo "Plastic Surgery for Barbie" de fazer cirurgias plásticas, que de acordo com especialista jogo é "sexista e perturbador"

O Google e a Apple tiraram de suas lojas online o jogo "Plastic Surgery for Barbie" (Cirurgia Plástica para Barbie). Gratuito para Android e iOS, o objetivo do game é fazer incisões com um bisturi e até uma lipoaspiração em uma personagem que está acima do peso.

No Google Play, loja online da empresa, a personagem do jogo é descrita como "feia" e no jogo "infeliz". Após os procedimentos indicados no game, a mesma mulher aparece muito mais magra e é possível fazer a comparação do antes e depois da plástica. "Plastic Surgery for Barbie" era indicado para crianças acima de 9 anos.

Polêmica

Nigel Mercer, ex-presidente da Associação Britânica de Cirurgia Plástica Estética (Baaps, na sigla em inglês), descreveu o aplicativo como "sexista e perturbador": "Esse app usa, sem nenhum escrúpulo, marcas ligadas a crianças (como a Barbie) para fisgar um público jovem e vulnerável, para então expor essas crianças a uma retórica sexista e perturbadora, visto que o 'jogo' critica o corpo de uma personagem que segue padrões irreais de beleza", disse.

A Mattel, que produz as bonecas Barbies, também divulgou em nota o aplicativo não é de sua responsabilidade e que não tem nenhuma relação com ele. Em 2013, a empresa perdeu na justiça contra a Zynga pelos direitos sobre a marca "Scrabble".

 

Google
Vem entender o que é esse tal de Stadia, novo serviço da Google, e tudo que você pode fazer com ele
Novela "Tempo de Amar": Lucinda (Andreia Horta) arma barraco após ser abandonada por Inácio
Whindersson Nunes lidera lista do Google de mais influentes do Brasil
"Já Pesquisei no Google": hashtag toma conta do Twitter e ganha respostas hilárias! Confira
ver todas as notícias de Google Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema