Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Brasil ocupa quarto lugar no ranking de pirataria de filmes baixados por torrent
Brasil ocupa quarto lugar no ranking de pirataria de filmes baixados por torrent
A pirataria cresce cada vez mais e os brasileiros acompanha o movimento de downloads ilegais.

Novos dados publicados em um relatório holandês, reunidos pela empresa MarkMonitor, mostra o impacto da pirataria para indústria do cinema. De acordo com o estudo, o Brasil ocupa o 4º lugar, seguido pela Itália em 3º, os EUA em 2º e a Rússia, que além de ser o maior país do mundo, também é o que mais compartilha arquivos sem autorização através da tecnologia P2P.

O relatório não considerou todos os tipos de download, mas apenas os que acontecem por tecnologia P2P (peer-to-peer), como torrents e outros softwares que transmitem de usuário para usuário.

A Holanda nem está na lista dos que mais pirateiam e mesmo assim calcula-se que 78 milhões de euros deixam de ser arrecadados.

A MarkMonitor monitorou o comportamento de 16 títulos de grande bilheteria durante um ano em redes de P2P como BitTorrent, por exemplo. Nesse período, os filmes foram transferidos mais de 150 milhões de vezes. Alguns dos filmes acompanhados foram: "Frozen", "O Hobbit: Desolação de Smaug" e "Jogos Vorazes: Em chamas".

Netflix: uma solução?

O que se sabe é que com isso milhões deixam de ser arrecadados e pirataria é crime. Assim, todo mundo espera por uma solução que possa tornar entretenimento mais acessível e frear a pirataria. O Netflix tem sido um dos recursos mais utilizados para acabar com esse problema! Parabéns pra você que paga sua assinatura todo mês!

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema