Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Em HellBoy, o ator Ed Skrein desiste de intepretar o Major Daimio porque o personagem é de origem asiática
Em HellBoy, o ator Ed Skrein desiste de intepretar o Major Daimio porque o personagem é de origem asiática
OMG! Ainda existe esperança nas pessoas!

Toda vez que o assunto embranquecimento é colocado na mesa, tem sempre alguém pra falar que é questão de meritocracia. Dessa vez, o ator Ed Skrein fez diferente e nos deu aquela pontinha de esperança. O gato, que é conhecido pelo papel do Daario Naharis na terceira temporada de"Game of Thrones", foi escalado para ser o Major Daimio, um personagem de origem japonesa/americana nos quadrinhos de "Hellboy".

Assim como o elenco de "Death Note", que não selecionou atores orientais para a produção, os fãs do quadrinho do demônio vermelho não perdoaram a escolha do astro para o papel e criticaram bastante nas redes sociais. Conhecido também por interpretar o Ajax de "Deadpool", Skrein se retratou com os seguidores através de seu Twitter. Ele desistiu do papel e se desculpou alegando não saber da origem do personagem na época que topou participar do longa. Dá só uma olhada no tweet do cara.

"Na semana passada foi anunciado que eu estaria interpretando Major Ben Daimio no reboot de Hellboy. Eu aceitei o papel sem saber que o personagem dos quadrinhos era de origem asiática. Houveram muitas conversas e uma compreensível preocupação/decepção desde o anuncio e eu devo fazer aquilo que me parece certo.

Está bem claro que representar este personagem de maneira culturalmente correta é importante para as pessoas, e continuar a negligenciar essa responsabilidade seria continuar uma preocupante tendência de excluir a história de minorias étnicas nas artes. Eu sinto que importante honrar e respeitar isso. Por isso eu decidi desistir do papel para que ele possa ser apropriadamente ocupado.

Representação de diversidade étnica é importante, especialmente para mim que também sou possuo uma origem multifacetada. É nossa responsabilidade tomar decisões morais em tempos difíceis para dar voz à inclusão. Eu tenho esperança que um dia essas discussões se tornem menos necessárias e que nós possamos ajudar a fazer uma representação igualitária nas artes realidade.

Eu estou triste em deixar Hellboy, mas se essa decisão nos traz mais para perto deste dia, então vale a pena. Eu espero que faça a diferença.

Com amor e esperança,

Ed Skrein"

Um arraso não é mesmo, breakers? Tomara que assim como ele, outros artistas se conscientizem e não se deixem levar pelo dinheiro. Até porque as produções hollywoodianas pecam em não dar o devido valor e as mesmas oportunidades a atores negros, asiáticos e de diferentes etnias. Tomara que essa seja uma de muitas atitudes a favor de adaptações fieis aos quadrinhos.

E para saber mais novidades da industria cinematográfica, continue ligado nas notícias do Purebreak ;)

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema