Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Cantora respondeu protestos ao seu show no Twitter.

Muita gente está amando a "The Neon Lights Tour" da Demi Lovato, que se divertiu horrores no primeiro show da sua nova turnê! Mas parece que nem todo mundo está achando as apresentações tudo de bom. Vários religiosos da Igreja Batista de Westboro foram para a frente do Time Warner Cable Arena em Charlotte, nos Estados Unidos, e decidiram protestar a presença da cantora.

No Twitter, a igreja comentou: "Deus todo poderoso vai retribuir a @ddlovato por ensinar uma geração a pecar com as duas mãos". Claro que Demi, cansada de ouvir os outros falando dela, respondeu a mensagem da forma mais sensata possível: "Deus não odeia - ele AMA... Espalhem o amor, não o julgamento... #SemÓdio".

Além disso, a garota foi chamada de prostituta pelos frequentadores da igreja. Uma atitude nada legal vindo de uma entidade religiosa, não? Será que a próxima vítima deles é Miley Cyrus com a polêmica "Bangerz Tour"? Agora é esperar e observar o que vai acontecer com essas novas divas do pop.

Demi Lovato
Demi Lovato desabafa sobre o receio de engordar durante a quarentena: "Não me importo"
Demi Lovato não é mais amiga da Selena Gomez e revela só falar com Miley Cyrus, dos tempos de Disney
Ela está de volta! Entenda as referências do clipe de "I Love Me", novo single da Demi Lovato
Demi Lovato fala sobre saúde mental, body positive e mais em primeira entrevista após overdose
ver todas as notícias de Demi Lovato Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema