Empresário da Google acredita que China quer enfraquecer a empresa bloqueando o Gmail no país
Empresário da Google acredita que China quer enfraquecer a empresa bloqueando o Gmail no país
O serviço de email fornecido pela Google estava sofrendo problemas há meses, mas agora foi bloqueado por tempo indeterminado e ninguém saber por quem ou por quê.

Todo mundo sabe que a China não é o país mais liberal do mundo, para se ter uma ideia videogames só puderam ser vendidos em maio de 2014, até a internet lá é vigiada! Mesmo assim sites conhecidos pelo mundo ainda podem ser acessados por chineses. O Google é um exemplo, tanto o buscador quanto os serviços oferecidos pela empresa estão liberados, porém há meses o Gmail sofre instabilidade e desde sexta-feira (26) a ferramenta está bloqueada.

Em entrevista para o site "Reuters", um grupo de advogados conhecidos como Greatfire.org buscam o fim das censuras no país. O grupo acredita que a China quer boicotar a Google para diminuir o número de usuários: "Eu acho que o governo está apenas tentando eliminar a presença da Google na China e até enfraquecer seu mercado no exterior. Imagine se os usuários do Gmail não puderem entrar em contato com clientes chineses. Muitas pessoas fora do país podem ser forçadas a trocar o Gmail", afirmaram.

A assessoria da Google, com base em Singapura, na Ásia, explicou que checaram o sistema e que o problema não ocorre por causa da empresa. A China também se manifestou sobre o assunto e disse que não tem nada a ver com o bloqueio, afinal quer manter boas relações com empresas de fora do país. Enquanto isso o Gmail fica fora do ar.

Google
Vem entender o que é esse tal de Stadia, novo serviço da Google, e tudo que você pode fazer com ele
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema