Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

O buscador mais utilizado na China, que não é o Google, chega ao Brasil operando em frentes variadas e preparando uma inovadora versão em português.

A vida sem o Google pode parecer impensável para nós, mas não para os chineses. Afinal, em um país onde uma privada high tech é indispensável, o buscador querido só pode ser um chamado Baidu. Isso acontece por um motivo, claro. O americano Google não tem toda a liberdade para operar no país asiático como tem por aqui.

A novidade maior é que o Baidu chegou oficialmente às Américas, mais precisamente ao Brasil. Ainda não se pode utilizar o sistema de pesquisa on-line no país, mas o buscador em português já existe e está em fase de testes, segundo o gerente de marketing do Baidu no Brasil, Felipe Zmoginski.

O executivo disse que enquanto o lançamento não é feito, a companhia vê oportunidades para apresentar outros produtos. O Baidu oferece no país aplicativos móveis e softwares gratuitos, incluindo antivírus e navegador de internet, a empresa está operando atualmente por meio do site hao123.com.br. O buscador também opera no Japão, Coreia do Sul, Vietnã, Tailândia, Indonésia, Filipinas, Egito, Arábia Saudita e Emirados Árabes.

O diretor-geral da empresa no país, Yan Di, falou a respeito do sistema de buscas que está sendo desenvolvido e deu a entender que a empresa pode focar nos smartphones, assim como já fez o Google. Ele afirmou que as vendas de aparelhos no país vão aumentar o número de usuários de internet e que até as Olimpíadas de 2016, a expectativa da empresa é que todos os brasileiros tenham celulares inteligentes.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema