Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Nem todas as empresas gostam de admitir o segundo lugar, veja o caso da Samsung e da Apple, por exemplo. Ambas lutam para estar sempre lado a lado, mas na rebarba dessa briga quem sai ganhando é a Lenovo.

O que você acha de uma empresa chinesa não tão glamurosa no mercado de tecnologia ocidental que em um ano registra um aumento de 36% simplesmente assumindo que não é a melhor do mercado?

Pois foi isso que fez a Lenovo e não, não foi por causa do Ashton Kutcher. Enquanto a Apple e a Samsung brigam lado a lado para se consolidarem no topo do ranking, a Lenovo "enche a barriga" comendo pelas beiradas. A empresa registrou lucro líquido trimestral de US$ 219,7 milhões - mais alto que os US$ 202,7 milhões esperados por analistas.

Com a palavra: a Lenovo

Em entrevista ao site Bloomberg, Yang Yuanqing, CEO da Lenovo, disse que a estratégia da chinesa é justamente se apoiar em países emergentes onde os produtos da maçã são caros demais, a exemplo dos novos iPads Air e Macbook Pro . "Vimos a primeira onda de sucesso em países asiáticos", revelou.

"Nós fornecemos bons produtos para mercados emergentes. Isso é muito importante. Para esses mercados o iPhone provavelmente não é o melhor produto à venda, assim a Lenovo pode ser muito mais competitiva", complementa Yang.

A Lenovo afirmou também que superou a Positivo Informática na liderança do mercado brasileiro de PCs. A empresa afirmou que no terceiro trimestre do ano foi responsável por 18,3% do mercado.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema