Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

O ator que virou um galã disputado pelo mulherio comentou sobre o fim de "Sangue Bom" e afirmou que Bento foi "o maior presente" de sua carreira. Ele ainda dá pistas sobre o final de seu personagem. Confira!

Mais um ciclo se fecha e ele tem mesmo é que comemorar! O ator Marco Pigossi passou mais de seis meses se dedicando ao personagem Bento, o mocinho que fez várias burradas e muitas declarações de amor na novela "Sangue Bom". Depois de Sophie Charlotte abrir o coração sobre o papel de Amora na trama, agora é a vez do galã analisar a sua trajetória nessa história, escrita por Maria Adelaide e Vincent Villari.

"A trajetória dele foi muita humana, no sentido de ter muitos conflitos, como as pessoas realmente os têm. Ele foi muito persistente no amor pela Amora, durante muito tempo. Confesso que tiveram momentos em que eu cheguei a ter dúvidas em relação a isso. O Bento foi o maior presente da minha carreira, o meu primeiro protagonista. Acho que nenhum ator esquece o seu primeiro protagonista. Sempre digo que isso não tem a ver com o quanto você vai aparecer ou a quantidade de cenas que você tem, e sim com uma questão de conduzir a história, de ser a linha condutora dela. Essa foi a minha maior responsabilidade, e me sinto muito feliz por ter conseguido conduzir essa história da maneira que os autores e o público queriam. Realmente mudou a minha vida e a minha carreira", afirma o ator para o site oficial da novela.

"Fiquei mais romântico"

Pigossi comenta que houve uma troca entre ele e Bento, um absorveu uma característica do outro. "Emprestei tudo que eu tinha de mais sincero e verdadeiro para esse cara, e ainda tive que acrescentar muito mais, porque o Bento é um ser iluminado! Ele tem essa leveza e pureza com que vê a vida e encara os problemas. O Bento é muito romântico, mas não é romântico só em termos de relacionamento amoroso. É romântico na maneira de encarar a vida. Realmente fiquei mais romântico nesse sentido. Hoje, é impossível eu entrar num lugar onde tem flor e não reparar, e vice-versa. Posso dizer que agora a minha casa realmente tem plantas (risos). E apesar da correria, acabo cuidando delas enquanto estou decorando texto. Passei a dar mais flores para as pessoas", admite o astro, que curtiu com o elenco uma festa de Halloween.

"Acho que todas as mulheres gostariam de um Bento"

Já em relação à mulherada, o artista não enrola e fala que o assédio aumentou. "O Bento foi o personagem que me deixou mais conhecido, e com isso o contato com o público acabou sendo mais intenso. O Bento trouxe o lado do cara romântico, do bem, honesto, o que no fundo é o que as mulheres querem. Acho que todas as mulheres gostariam de um Bento (risos)", brinca o bonitão.

Bento não vai ficar com Giane. A disputa é entre Malu e Amora

Sobre o tão esperado fim de seu personagem, Pigossi revela que a corrida pelo coração de Bento, antes concorridos por três, agora será disputado por duas apenas. "Não faço a menor ideia! Está trancado à sete chaves. O que eu sei é que o Bento vai se decepcionar muito! E, talvez, ele verá que esse amor pela Amora não se sustenta, que esse amor de infância ficou na infância. Eu acho que o lance do Bento com ela já acabou. Ele já libertou a Giane. Mas os dois vão ser sempre amigos e parceiros. A Malu é a alma gêmea dele, eles pensam iguais e gostam das mesmas coisas. Então, ela pode ser um conforto para ele, num momento de muita turbulência", analisa o ator.

Depois de "Sangue Bom", Pigossi parte para Europa!

Depois de tanto trabalho, nada melhor do que uma férias, ainda mais se forem na Europa! "Vou viajar para Londres e de lá vou passear pela Europa durante um tempo. Vou assistir a muitas peças de teatro! Estou botando pilha na Fernanda (Vasconcellos), no Jayminho (Jayme Matarazzo), no Babaioff (Armando Babaioff), no Joaquim (Lopes), na Sophie (Charlotte), para nos encontrarmos em Berlim. Em maio de 2014, vou começar a ensaiar uma peça com a Louise Cardoso, com estreia prevista para agosto. Chama-se 'Doce Pássaro da Juventude', do Tennesse Williams. É um texto que eu sempre sonhei em fazer", confessa Pigossi.

Marco Pigossi
Marco Pigossi, de "A Regra do Jogo", sobre romantismo: "O amor verdadeiro nos torna capazes de tudo"
Marco Pigossi, de "A Regra do Jogo", defende o policial Dante: "Ele é um cara honesto"
Marco Pigossi, de "A Regra do Jogo", revela diferenças e semelhanças com Dante: "Me identifico"
Marco Pigossi, de "A Regra do Jogo", revela sonho de infância: "Queria ser manobrista!"
ver todas as notícias de Marco Pigossi Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema