Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Você sabe o que significa a homofobia? O Purebreak te responde!
Você sabe o que significa a homofobia? O Purebreak te responde!
Quantas vezes você abriu o Facebook, Twitter ou Instagram e se deparou com uma (ou várias) notícia sobre um homossexual agredido ou espancado? Ou de um transsexual que foi expulso de casa? Infelizmente, não são poucos os casos de agressão física e psicológica contra pessoas LGBTQI+. Mas, afinal, o que é a homofobia? Neste mês do Orgulho LGBTQI+, o Purebreak responde!

Por que é tão difícil para o ser humano respeitar opiniões e gostos diferentes dos próprios? Inseguranças, questões de identidade, apenas falta de compreensão e empatia, violência gratuita e índole afetada... São muitas as questões que nos fazem tentar explicar o motivo de tantas notícias de ódio hoje em dia. E, dentre esses casos, a homofobia está ganhando cada vez mais espaço no Brasil e no mundo. Desesperador, né? Mas, afinal, o que é a homofobia? De onde vem esse sentimento tão negativo que uma pessoa pode ter para com a outra?

Se for pegar o termo direto, homofobia quer dizer "aversão irreprimível, repugnância, medo, ódio, preconceito de um grupo específico contra pessoas LGBTQI+. Se só o nome em si já é pesado, quem dirá o significado, né? Mas, afinal, de onde vem esse sentimento tão negativo? Estudiosos afirmam que existem duas vertentes: culturais e religiosas. Por exemplo, a psicologia defende que um componente da homofobia é a projeção. Mas o que é isso? Bem, nada mais é do que um mecanismo que o humano usa quando sente que algo ameaça sua espécie. Sim, estamos falando de questões biológicas, aquele famoso "dois iguais não se reproduzem" que muita gente usa como justificativa para atacar um determinado grupo. Já pelo lado religioso, há quem diga que trechos da Bíblia afirmam diretamente que é pecado se relacionar com alguém do mesmo sexo. Realmente, é uma ótima justificativa falar que Deus não aceita algo apenas se baseando em um livro escrito por... Isso mesmo, seres HUMANOS. O preconceito já está muito enraizado na sociedade há séculos e séculos, não se enganem.

Existe também a teoria de que a homofobia não se vem diretamente aos indivíduos LGBTQI+, mas sim contra a causa de uma forma social e de esfera pública: os homofóbicos admitem um medo de ter seus direitos igualados à pessoas homossexuais. Sabe aquele papo de que a mulher TEM que receber menos que o homem? Então...

Agora, alguns dados: só no Brasil, mais de 8027 pessoas foram assassinadas entre 1963 e 2018, somente em razão da orientação sexual ou identidade de gênero (dados publicados pelo site UOL). Mas não é só o homicídio que preocupa: em 2018, 667 pessoas ligaram para o Disque 100 e alegaram ter sofrido violência física. Em 2017, 864 pessoas fizeram tais tipos de denúncia. Além disso, em 2018 o canal de denúncias registrou 1871 casos de violência psicológica contra pessoas LGBTQI+. Sim, pessoas inocentes, que sofrem física e psicologicamente por algo que está enraizado na cabeça das pessoas, por motivos altamente egocêntricos. Homofobia mata. Homofobia destrói famílias, destrói pessoas. Respeitar o próximo NUNCA deve ser visto como um problema. A homofobia, sim.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema