Netflix
Netflix
Conheça seriados exclusivos da empresa de streaming, como "House of Cards" e "Orange is the New Black".

E o serviço de aluguel de streaming de vídeo (transmissão online) da Netflix está se expandindo! A empresa começou a produzir conteúdo original, seriados com o selo "Netflix de qualidade" com tudo do bom e do melhor, como você vai ver daqui a pouco.

O serviço, que chegou ao Brasil em 2011, revolucionou a produção de séries fazendo o oposto do que fazem os estúdios tradicionais e canais de TV. Primeiro com o roteiro, sem interferência nenhuma no conteúdo. Depois, com a audiência. Diferente da televisão, a Netflix libera todos os capítulos disponíveis de uma só vez, deixando os espectadores assistirem quando e o quanto quiserem.

Assim, a empresa está crescendo a cada dia, criando cada vez mais conteúdo e apontando o possível caminho para o futuro da produção de televisão. Conheça então um pouco mais do que está sendo criado por essa nova gigante do entretenimento.

"House of Cards"

House of Cards

"House of Cards" é o golpe de mestre, aquela voadora certeira no peito daqueles que duvidavam da capacidade da Netflix em produzir uma série original de qualidade. Com duas temporadas já exibidas (a terceira agendada para 2015), a série foi a grande revolução da empresa. Primeiro pelo fato de que os 13 episódios foram liberados simultaneamente em todos os lugares do mundo! Depois pela capacidade do roteiro, que foge do clichê. Tudo isso somado com uma equipe de primeira: David Fincher ("A Rede Social") na produção e Kevin Spacy no papel do protagonista.

A trama mostra a ganância, o sexo, o amor e a corrupção nos bastidores do poder em Washington, tudo do ponto de vista do poderoso político Frank Underwood. No elenco, também estão Robin Wright e Kate Mara.

"Orange is the New Black"

orange is the new black

Sucesso de crítica, "Orange is The New Black" está arrebatando admiradores pelo mundo. A comédia dramática da mesma criadora e produtora responsável por seriados como "Weeds" e "Gilmour Girls" acompanha a vida de Piper Chapman (Taylor Schilling). Na trama, ela, uma jovem de classe alta, é condenada à prisão por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. A partir daí, em uma prisão de segurança máxima, ela entra em contato com diversos tipos de mulheres, que se encontram ali por diferentes crimes.

Com 13 episódios exibidos na primeira temporada (2013), a estreia da segunda está marcada para o dia 6 de junho.

"Hemlock Grove"

hemlock grove

Pegando carona no sucesso de "American Horror Story", a Netflix resolveu apostar no gênero terror/suspense. "Hemlock Grove" é um drama gótico voltado para o público adolescente, mas com a qual adultos poderão se identificar também.

Tudo começa com o assassinato brutal de uma garota na cidade que dá nome a série. A suspeita recai sobre dois rapazes: um cigano, que, coincidentemente, acaba de chegar ao local; e o dono da propriedade onda a tal jovem é encontrada morta. Esse é o ponto de partida para uma busca pelo real assassino.

Com Famke Janssen (a Jean Grey de "X-Men") e Bill Skarsgård (irmão de Alexander) no elenco, a produção aguarda o início da segunda temporada, prevista para começar em julho. Ah, a direção está nas mãos de Eli Roth, o mesmo de "O Albergue" - ou seja, o cara entende do assunto.

"Um Drink no Inferno"

um drink no inferno

O filme cult "From Dusk Till Dawn" (no original) ganhou sobrevida nas telinhas. A mais recente produção original da Netflix se aprofunda na história dos irmãos Seth e Richie Gecko. Na trama, depois de um roubo a banco, a dupla de assaltantes partem para o México, tentando despistar a polícia. O caos começa quando eles resolvem fazer uma parada numa vampiresca boate de strip-tease.

Diferente das outras séries originais da empresa, "Um Drink no Inferno" teve seus episódios exibidos semanalmente. O season final foi liberado para stream essa semana. Por enquanto, ainda não há confirmação se a produção comandada por Robert Rodriguez, o memso de "Sin City", será renovada por mais uma temporada.

A gigante vai ao mercado

Há ainda outras duas séries que a Netflix "adotou". A primeira é "Arrested Development", que foi cancelada em 2006, em sua terceira temporada, mas que agora volta para ter um "final digno". Todo o seu elenco, que inclui nomes como Jason Bateman, Portia de Rossi, Will Arnett e Michael Cera, está de volta. A segunda, é "Lilyhammer". Originalmente uma produção da TV norueguesa, o seriado teve os direitos de exibição comprados pela empresa, que vai assumir o comando da segunda temporada.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema