Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Toda sensual, a estrela aproveita para revelar detalhes da polêmica envolvendo a Apple.

Se tem uma coisa que a Taylor Swift tem, é poder! Não só no mundo da música, mas também na capa de setembro da revista americana Vanity Fair. A cantora foi fotografada pelo conceituado Mario Testino no Beaufort Bar, em Londres, e aproveitou a deixa para falar de várias polêmicas sobre sua vida, principalmente a carta aberta que enviou à Apple Music.

Dando uma pequena pausa na incrível turnê do álbum "1989", a loira abriu o jogo e contou alguns detalhes de como resolveu sair em defesa dos compositores e produtores musicais e também como surge inspiração para algumas composições. "Os contratos tinham acabado de sair com meus amigos, e um deles me enviou um screenshot de um deles. Eu li o termo 'zero por cento de compensação aos detentores dos direitos'. Às vezes eu vou acordar no meio da noite e eu vou escrever uma música e eu não consigo dormir até terminar, e foi assim com a letra", revela a namorada de Calvin Harris.

Apesar de se recusar a ser apelidada como um ícone da moda e ter feito jogo duro com a Apple, Taylor acabou liberando seus álbuns no serviço de streaming. "A Apple me tratou como se eu fosse uma voz de uma comunidade criativa que eles realmente se preocupavam", finaliza. Com certeza, toda essa influência no cenário musical serviu como forte inspiração do ensaio fotográfico, que você pode usar como inspiração e conferir na galeria acima.

Taylor Swift
A Taylor Swift lançou o clipe de "The Man" e fizemos uma lista com as indiretas escondidas nele
5 coisas que não apareceram e a gente queria ter visto no documentário da Taylor Swift na Netflix
Será que o documentário da Taylor Swift responderá tudo o que a gente sempre quis saber da cantora?
Qual é o show mais aguardado no Brasil em 2020? Vote no seu favorito
ver todas as notícias de Taylor Swift Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema