Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Protesto Online mobiliza usuários do Instagram, Facebook, Twitter e Tumblr contra o estupro.
Não é de hoje que falar sobre estupro gera polêmica. Uma pesquisa realizada pelo Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - e divulgada na quinta (27) mostra que 65% dos brasileiros acreditam que mulheres que usam roupas curtas merecem mesmo ser atacadas. E o mais curioso sobre a pesquisa é que 66% dos entrevistados eram mulheres. O resultado da pesquisa trouxe a discussão à tona nas Redes Sociais e diversos usuários questionavam a veracidade do resultado.
Valesca Popozuda participou da campanha #NãomereçoSerEstuprada
Valesca Popozuda participou da campanha #NãomereçoSerEstuprada
Foi quando a jornalista Nana Queiroz lançou a campanha #EuNãoMereçoSerEstuprada. Através de um evento no Facebook, ela convocou mulheres a postarem selfies de topless com a hashtag #EuNãoMereçoSerEstuprada. Foi um sucesso.

Fotos de usuárias apenas com cartazes em protesto invadiram o Instagram e o Facebook. No Twitter, outras hashtags estão se mantendo nos trending topics, como #EuSouMinha e #MulherNenhumaMereceSerEstuprada. A principal crítica é sobre a culpabilização das vítimas de estupro.

A campanha já tem página no Facebook e Tumblr e conta com o apoio de celebridades, como a funkeira Valesca Popozuda, que postou uma foto nua em sua página da rede social, segurando apenas um bastão de Baseball e defendendo a causa: "De saia longa ou pelada #NãoMereçoSerestuprada".



Em apoio ao movimento contra o estupro, muitos homens tem postado nas redes sociais que fazem parte dos 35% que não culpabilizam a vítima
Em apoio ao movimento contra o estupro, muitos homens tem postado nas redes sociais que fazem parte dos 35% que não culpabilizam a vítima
A cantora baiana Daniela Mercury e a companheira Malu Verçosa também postaram fotos nas redes sociais apoiando a causa.

E vocês, apoiam o movimento? Deixem suas opiniões nos comentários.

Daniela Mercury e a mulher também defendem a campanha contra o estupro
Daniela Mercury e a mulher também defendem a campanha contra o estupro
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema