Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

"Romance is a Bonus Book", disponível na Netflix, foi a escolha da redação neste PRBK Fora da Caixa pra mim, que nunca assisti nada do gênero e nem tenho nenhum envolvimento com o mundo coreano de doramas, K-pop e tudo que possa ser incluído por aqui. A história de Kang Dan-i (Lee Na-young) e sua batalha por independência é fofa e super apelativa para amarmos a protagonista. E não é que deu certo? Vem descobrir o que eu achei!

Pode perguntar pra qualquer um que me conheça se imaginavam que eu assistiria um dorama na Netflix e ia gostar do que eu vi, que todos dirão que JAMAIS chegariam à essa conclusão! Mas foi o que aconteceu... eu, Ana Serra, fui a desafiada da vez do PRBK Fora da Caixa e meus amigos de redação sugeriram que eu fizesse justamente algo que não tenho nenhuma afinidade e nem conhecimento. E não é que eu curti e tô até pensando em terminar a primeira - e única - temporada? "Romance is a Bonus Book" me pegou de um jeito que eu não esperava, principalmente toda a história da protagonista Kang Dan-i (Lee Na-young), e eu vou explicar o porquê.

Pra início de conversa, a trama gira em torno da indústria dos livros - universo que eu sou apaixonada e me dedico 100% -, então já me atraiu aí. Ainda rola uma vibe comédia romântica + protagonista empoderada (pelo menos na sua segunda fase), então óbvio que eu teria que me envolver de alguma forma, não é? Por incrível que pareça, até agora - estou no 5º episódio - o personagem que eu menos me apeguei foi justamente Cha Eun-Ho (Lee Jong-suk), o mocinho. Ele sente tantas coisas por dentro, mas é tão apático por fora que fica até difícil torcer pra ele ficar com aquele mulherão da p*rra!

A história é boa e viciante, mas os personagens exagerados estragam um pouco

Enquanto os dois principais do dorama estão em um tom legal e que dá pra gente criar empatia, alguns se destacam totalmente - de forma negativa - do resto, como é o caso do novato chato da editora Park Hoon (Gi-doong Kang) e do CEO da mesma Kim Jae-min (Kim Tae-woo), que só aparecem em cenas daquele estilo "encheção de linguiça" e são super caricatos e desnecessários.

Mas mesmo com esses probleminhas, nada conseguiu derrubar a minha vontade até agora de entrar na Netflix e lutar junto com a Dan-i contra o machismo, o preconceito no ambiente de trabalho e a favor da independência das mulheres, principalmente em pleno século XXI. Ela é incrível e uma protagonista que super dá pra entender o lugar que ela está e onde quer chegar. Por isso, eu digo que vou continuar a assistir "Romance is a Bonus Book" e torcer por ela. Ah, e recomendo você, novatx nesse mundo de "novelas coreanas" a dar uma chance pra essa história, vai que ela te fisga como aconteceu comigo?

Netflix
Assisti um dorama pela 1ª vez e cheguei à uma conclusão sobre eles: dá pra se apaixonar e muito
Separamos 5 filmes e séries na Netflix que podem te ajudar a estudar Sociologia
Netflix revela elenco da adaptação da trilogia "Sombra e Ossos" e Ben Barnes será o vilão!
Se você gosta de Ciências estas 7 séries da Netflix te ajudarão a estudar e se divertir
ver todas as notícias de Netflix Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema