Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Por um lado, as pessoas adoraram a ideia e acharam revolucionário. Por outro, há quem diga que as artistas mulheres serão prejudicadas, de alguma forma. Tem gente até "culpando" o Sam Smith pelo acontecimento e o assunto está gerando uma certa polêmica por aí. Vem entender o que está rolando! E aí, o que vocês acham disso tudo?

A discussão sobre a igualdade de gêneros vem sido levantada - e com razão - há tempos. Afinal, as mulheres ainda não têm os mesmos direitos que os homens, mesmo depois de elas provarem inúmeras vezes que são tão (e as vezes mais, vamos confessar) competentes que eles. E o BRIT Awards tentou trazer um pouco dessa igualdade para a premiação: não existe mais distinção de gêneros nas categorias! Mas a decisão está criando uma polêmica gigantesca... Como assim?

Antes, existia "Melhor Cantor", "Melhor Cantora" e outras categorias separadas por gêneros. Agora, eles vão implementar um novo método, que não foi informado. O jornal The Sun apontou Sam Smith como um dos "culpados" pela decisão, já que o cantor se assumiu não-binário e adotou um pronome neutro. Com isto, o jornalista Piers Morgan atacou, dizendo que a ideia de que "tais prêmios consagrados pelo tempo estão sendo destruídos dessa maneira" porque Sam "não pode decidir se é homem ou mulher". O absurdo continua: "Vou lhe contar o que vai acontecer: As mulheres sofrerão eventualmente. Eu suspeito que os artistas masculinos acabarão ganhando todos os prêmios... O objetivo de ter as categorias de gênero é torná-las justas e iguais; agora estamos indo para o outro lado e isso aparentemente é progresso. Eu acho que é um monte de besteira. A ideia de que você altera categorias de prêmios inteiras porque uma pessoa decide acordar um dia e dizer que 'Eu não sou binária' é um absurdo", disse. Gente...

E aí, o que vocês acham disso tudo? Deixe sua opinião aqui no Purebreak e, claro, se ligue para mais novidades!

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema