Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Sam Smith explica como é ser não-binário
Sam Smith explica como é ser não-binário
Ultimamente temos ouvido muito esse termo, né? Mas o que significa? Para a galera que está um pouco perdida no assunto, o Purebreak - ou melhor, Sam Smith - decidiu explicar e ajudar vocês a compreender um pouco essa identidade. Vamos lá? Vem com a gente!

Ultimamente, muitos cantores têm se sentido confortáveis para falar de sua sexualidade e como estão se sentindo. E esse foi o caso de Sam Smith, que decidiu falar sobre o assunto e se identificou como não-binário. Mas o que isso significa? O próprio cantor explicou e nós vamos ajudar vocês também a entender a identidade um pouco melhor.

O programa "I Weigh", da Jameela Jamil (a atriz de "The Good Place"), tem o objetivo de desconstruir esses padrões de beleza que já estamos tão cansados de conhecer e discute sobre aceitação dos nossos corpos. O programa de estreia foi justamente com Sam e eles discutiram sobre gordofobia na mídia e na infância, autoimagem e gêneros. "Quando vi a palavra não-binária/genderqueer e li, eu estava tipo: 'Esse sou eu'", disse o cantor ao mencionar o assunto. Depois, o astro explicou: "Não-binário/genderqueer é que você não se identifica em um gênero. Você é uma mistura de todas as coisas diferentes. Você é sua própria criação especial. É assim que eu entendo - não sou homem nem mulher. Eu acho que flutuo em algum lugar no meio - está tudo no espectro", revela.

Sam ainda diz que prefere ser chamado por pronomes masculinos: "Eu sempre fui muito livre em termos de pensar sobre minha sexualidade, então eu apenas tentei mudar isso em meus pensamentos sobre gênero também", diz.

Gordofobia

Os dois ainda falaram sobre lutas com imagem corporal e o cantor disse que sofria bullying na infância. "Eu tinha seios. Eu costumava fazer minha mãe escrever uma nota para a escola quando eu tinha oito anos, então eu não teria que ir para aulas de natação. Então, é algo que está em mim para sempre. Quando eu era criança, eu era gordinho. E então ficava pior e pior e pior e eu estava segurando muito peso no meu peito. Quando cheguei aos 11 anos, fui ao médico. Eu estava tão auto-consciente que estava afetando meu humor todos os dias. Eu fiz lipoaspiração, eu tinha 12 anos. Na época, acho que fiquei muito feliz com isso. Não mudou nada de verdade. Acho que recuperei o peso em duas semanas porque não descobri a minha relação com a comida, por isso não mudou nada. Mas ter 12 anos e ter lipoaspiração no peito é um grande problema", disse. Tenso! O astro finalizou dizendo que ainda controla esse sentimento de tristeza todos os dias e garante que ainda sofre muito com isso.

Por isso que é importante conversarmos com nossas crianças e lembrarmos que elas são lindas de qualquer forma, não importa se são mais gordinhas, se são magras demais, altas ou baixas. Cada um é especial simplesmente do jeitinho que é! <3

Sam Smith
Sam Smith diz que a indústria da musica ainda é sexista e homofóbica
O Sam Smith acaba de se assumir como não-binário, mas o que isso significa? Entenda
Sam Smith é muito mais do que uma voz bonita e estes detalhes vão provar isto
Sam Smith conta como o amor próprio e auto-aceitação ajudam na saúde psicológica
ver todas as notícias de Sam Smith Ver + matérias
Famosos
do momento
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema