Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Parece que aquela treta envolvendo Seungri, um astro do K-Pop que estaria supostamente envolvido num esquema de prostituição, está longe de acabar! Um idol, Jung Joon Young, assumiu a culpa e confessou que fez vídeos de mulheres e os compartilhou em um grupo. Vem entender tudo que está rolando nessa confusão!

O mundo do K-Pop está uma loucura depois das acusações feitas contra Seungri, membro do grupo BIGBANG. O sul-coreano teria, supostamente, oferecido prostitutas para investidores estrangeiros e está sendo investigado. Durante toda essa confusão, vários nomes de idols começaram a ser linkados com o caso e um deles resolveu admitir a culpa. Jung Joon Young assumiu que filmava mulheres sem seu consentimento e postava tudo em um grupo.

O cantor emitiu um pedido oficial de desculpas e também confirmou que vai pausar todas as suas atividades como artista e ficará refletindo sobre suas ações. "Mais do que qualquer coisa, eu me ajoelho e peço desculpas às mulheres que apareceram nos vídeos (...) Sobre o que está sendo dito em relação a mim, admito todos os meus crimes. Eu filmei mulheres sem seu consentimento e postei numa sala de bate-papo e enquanto fazia isso eu não sentia nenhuma culpa", disse em carta. Ele continuou: "Eu estou me retirando de todos os programas em que estava aparecendo e suspendo todas as atividades na indústria do entretenimento".

A Polícia Metropolitana de Seul já está se programando para interrogar o cantor de 30 anos e planeja convocar todos os envolvidos nesta quarta-feira (13).

E o Seungri?

Depois da confissão de Joon Young, Seungri pode ser chamado para prestar depoimentos mais uma vez, já que ele é um dos suspeitos de fazer parte do tal grupo em que os vídeos ilegais foram compartilhados. As empresas YG Entertainment e a MAKEUS Entertainment já anunciaram o fim de seus contratos com os dois idols.

Fica ligado no Purebreak que a gente te conta tudo que rola no mundo do K-Pop e da música!

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema