Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

MEC determina reterno presencial de universidades e institutos federais em janeiro
MEC determina reterno presencial de universidades e institutos federais em janeiro
Nesta quarta (2), o Diário Oficial da União publicou uma nova portaria do Ministério da Educação que prevê o retorno presencial das universidades e institutos federais a partir de janeiro de 2021. O ensino remoto contado como dia letivo passa a não valer mais. A decisão gerou polêmica, dada a situação da COVID-19 no país e a ausência da vacina. Saiba mais!

Em meio ao aumento de casos de COVID-19 em alguns estados do país, o Ministério da Educação (MEC) determinou a volta às aulas presenciais nas universidades e institutos federais de educação a partir de 4 de janeiro de 2021. A decisão está prevista na nova portaria publicada no Diário Oficial da União nesta quarta (2) e gerou bastante polêmica. Desde março, as aulas presenciais estavam suspensas dando lugar ao ensino remoto.

O que a nova portaria diz

Com a nova portaria do MEC, as aulas online não contarão mais como dias letivos, o que é permitido até dezembro de 2020. O texto prevê a utilização de tecnologias e recursos digitais de forma complementar e em caráter excepcional. O documento também diz que as "práticas profissionais de estágios ou as que exijam laboratórios especializados, a aplicação da excepcionalidade", devem obedecer as Diretrizes Nacionais Curriculares aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE).

Ainda de acordo com o MEC, as instituições serão responsáveis pelos recursos para as adaptações sanitárias necessárias para essa volta presencial.

Retorno presencial gera polêmica

Nas redes sociais, a nova portaria e o atual ministro da educação, Milton Ribeiro, foram amplamente criticados, dada a situação da pandemia do coronavírus no país e a ausência de uma vacina. Confira o que a galera tá falando.

ENEM 2020 em janeiro

Em julho, o MEC e o INEP decretaram o adiamento do ENEM 2020 para janeiro e fevereiro de 2021. O exame impresso será aplicado nos dias 17 e 24 de janeiro enquanto o digital nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. A reaplicação das provas (para pessoas prejudicadas por eventuais problemas de estrutura) está marcada para 24 e 25 de fevereiro. O resultado está previsto para 29 de março.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema