Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

O live-action de "Aladdin" foi um grande sucesso de bilheteria, além de provar que a Disney mandou bem quando resolveu fazer novas versões das suas animações clássicas. No entanto, Mena Massoud, que viveu o protagonista do longa, não teve tanto reconhecimento. Em recente entrevista, o ator contou que não conseguiu nenhum outro papel.

O live-action de "Aladdin" foi um verdadeiro sucesso e arrecadou cerca de US$ 1,05 bilhão nas bilheterias mundiais. Ou seja, podemos dizer que a Disney mandou muito bem, né? No entanto, todo esse triunfo não foi suficiente para destacar Mena Massoud, que viveu o protagonista da história, em Hollywood. Em entrevista ao Daily Beast, o ator contou que tem encontrado uma certa dificuldade para conseguir outros papéis.

"Estou cansado de ficar quieto sobre isso. Quero que as pessoas saibam que não é tudo flores quando você faz algo como 'Aladdin'. 'Ele deve ter feito milhões, ele deve estar recebendo várias propostas'. Não é nada assim. Não fui chamado para uma audição sequer desde que [o filme] estreou", contou o astro. Ao contrário de Massoud, Naomi Scott, que interpretou Jasmine, já estreou no reboot de "As Panteras", como uma das protagonistas.

Por que será que Mena Massoud não está conseguindo fazer outros papéis? Bom, o Purebreak não pode afirmar isso com todas as palavras, mas nos parece mais um caso de racismo na indústria cinematográfica. Mesmo que hoje em dia haja uma preocupação maior em montar um elenco mais diverso na hora de produzir uma série ou filme, normalmente sempre rola uma "cota". Ou seja, é difícil vermos, por exemplo, dois ou mais personagens negros em uma produção que não tenha intenção de falar sobre racismo.

É muito provável que Mena, que é egípcio e não-branco, encontre dificuldade até de fazer audição por não estar dentro do padrão de Hollywood. Vale lembrar que Christian Navarro, de "13 Reasons Why", não conseguiu o papel do Príncipe Eric no live-action de "A Pequena Sereia" por "não se enquadrar no perfil". Afinal, a Ariel, interpretada por Halle Bailey, já é negra e seria diversidade demais, né?

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema