Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Feminismo é muito mais do que uma palavra bonita: é um movimento que defende a igualdade de direitos entre mulheres e homens, que é uma luta que já dura há decadas! E, para saber se você está por dentro disso e faz parte dessa corrente tão importante, preparamos esse quiz que vai dizer se você é feminista ou não!

Quando alguém te chama de "feminista" ou fala essa palavra perto de você, qual é a sua reação? Se você recebe bem, parabéns, você compreende que ser feminista ou até apoiar o feminismo é necessário para que cheguemos em uma sociedade na qual os direitos das mulheres sejam garantidos, assim como a equidade deles em relação aos homens.

Por outro lado, se você se ofende com isso, é porque claramente não tá sabendo do que esse movimento se trata. E ainda dizemos mais: você pode até ser feminista, apoiar tudo que a corrente defende, mas não usa essa palavra por achar que tem uma conotação "negativa". Então, para acabar com essa dúvida de uma vez por todas, nós criamos um quiz que vai responder à essa pergunta. Afinal de contas, você é feminista ou não?

A conversa sobre o feminismo ganhou força ao longo dos anos

De uns tempos pra cá, a palavra do feminismo tem sido mais disseminada por aí e o debate sobre o assunto ficou muito maior - finalmente. Com a ajuda de grandes celebridades, filósofas, estudiosas, mulheres e homens de todos os campos de atuação, a "má fama" do movimento tem desaparecido cada vez mais, dando lugar para a compreensão e mais pessoas que querem entrar na batalha pelos direitos femininos.

Mas é bom ter consciência de que ainda há muito a ser feito e que estamos longe da situação ideal, por isso, quanto maior o apoio à causa, mais forte ela se torna. E se você não se considera parte do feminismo, mas defende a igualdade de direitos entre homem e mulher e a sororidade, temos algo para te dizer: você é feminista. E isso não é um bicho de sete cabeças, como você com certeza acredita, de tanto que o movimento foi deturpado para deixar as pessoas com medo de estarem desse lado da luta.

Mas é bom que olhos estejam sendo abertos para a mudança: leia, converse, debata e estude muito, o feminismo ainda vai mudar muito mais a história e você pode fazer parte disso.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema