Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Setembro Amarelo: 7 filmes sobre transtornos mentais pra você assistir!
Setembro Amarelo: 7 filmes sobre transtornos mentais pra você assistir!
O Setembro Amarelo é uma campanha de prevenção ao suicídio. Iniciada no Brasil em 2015, ela conta com o apoio da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e do Centro de Valorização da Vida (CVV). Apesar do assunto ainda ser considerado tabu, é importante falar sobre isso. Veja sete filmes que abordam transtornos mentais.

A iniciativa do Setembro Amarelo foi criada com o intuito de fazer as pessoas falarem mais sobre depressão e, principalmente, suicídio. De acordo com as informações divulgadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), ocorre um suicídio no Brasil a cada 45 minutos. Essa é a terceira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos. Pesado, né? Por isso é fundamental que esse tema se torne discussão, principalmente entre os adolescentes. Apesar das críticas, a série "13 Reasons Why" conseguiu popularizar o assunto. Além da produção da Netflix, existem vários filmes que falam sobre transtornos mentais e que ampliam muito mais esta discussão. Então, segue a lista para você fazer aquela maratona e também se conscientizar um pouco!

"Garota, Interrompida" (1999)

A trama conta a história de Susanna Kaysen (Winona Ryder), que, após tomar um frasco de remédio com vodka, é levada a um psicanalista pela sua família. Após uma sessão, Susanna é diagnosticada com Transtorno de Personalidade Limítrofe (ou borderline) e enviada para um hospital psiquiátrico, onde fica por dois anos. Lá, ela conhece outras meninas com transtornos mentais e acaba criando uma forte amizade com todas.

"As Virgens Suicidas" (1999)

O filme conta a história das irmãs Lux (Kristen Dunst), Mary (A.J. Cook), Cecilia (Hanna Hall), Therese (Leslie Hayman) e Bonnie (Chelsea Swain). Além de serem criadas por pais bastante rigorosos, a situação piora quando Cecilia comete suicídio. No entanto, a proteção exagerada dos pais não impede que as outras filhas, uma por uma, pratiquem o mesmo ato.

"Se Enlouquecer, Não Se Apaixone" (2010)

Craig (Keir Glichrist) é um jovem de apenas 16 anos e, apesar ter uma ótima relação com a sua família, a situação na escola não é tão boa. Além disso, existe toda a pressão de ser adolescente. Por conta disso, Craig começa a desenvolver alguns problemas emocionais e se internar numa clínica psiquiátrica. Parece uma situação caótica, né? Mas, lá, ele consegue fazer vários amigos e até se apaixona por uma menina chamada Noelle (Emma Roberts).

"Pequena Miss Sunshine" (2006)

A depressão pode até não ser o tema central do filme, mas é uma parte bem importante. Logo no início da história, Olive (Abigail Breslin) descobre que foi classificada para o concurso Pequena Miss Sunshine, na Califórnia. Com isso, toda a sua família embarca nessa viagem com o intuito de realizar o seu sonho, incluindo Frank (Steve Carell), seu tio que acaba de sair de uma clínica psiquiátrica após ter tentado se suicidar. Esse acaba sendo o primeiro contato de Olive com transtornos mentais, que passa a entender um pouco mais sobre a vida. Em contrapartida, essa viagem também acaba ajudando o próprio Frank.

"Ela" (2013)

"Ela" conta a história de Theodore (Joaquin Phoenix), um escritor solitário que se apaixona por um sistema operacional. Apesar do filme se passar no futuro, a trama traz questões atuais sobre as relações humanas e a solidão.

"As vantagens de ser invisível" (2012)

A história é sobre um menino, chamado Charlie (Logan Lerman), tentando sobreviver ao ensino médio. Ok, é bem mais do que isso. Charlie é um menino tímido, que ainda está se recuperando de uma depressão. No último ano, o jovem perdeu seu único amigo, que se suicidou. Apesar da dificuldade em socializar, Charlie consegue fazer amigos incríveis, que se tornam essenciais nesse processo de recuperação.

"O Lado Bom da Vida" (2012)

O filme conta a história de Pat (Bradley Cooper), um professor de história que foi diagnosticado com transtorno bipolar após flagrar sua mulher com um amante e quase espancá-lo até a morte. Depois de passar oito meses em uma clínica, Pat sai decidido a reconstruir a vida e reconquistar sua esposa. No meio desse processo de reintegração, ele conhece Tiffany Maxwell (Jennifer Lawrence), que também possui transtornos mentais. Eles começam a construir uma estranha amizade que, apesar de tudo, funciona e os ajuda a superar os problemas do passado.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema