Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Wheein, do grupo Mamamoo, sofreu assédio ao sair de um evento e os fãs estão indignados
Wheein, do grupo Mamamoo, sofreu assédio ao sair de um evento e os fãs estão indignados
Ultimamente, muitos são os relatos de assédio e estupro e infelizmente não foi diferente desta vez: a cantora Wheein, do grupo Mamamoo, sofreu assédio de um militar na saída do DMZ Peace Concert, realizado na última sexta (6), na Coreia do Sul. Quem fez a denúncia foram os próprios fãs da artista, que presenciaram a situação e estão indignados com a falta de respeito e, ainda mais, a falta de uma atitude de autoridades.

Quem acompanha o mundo do K-Pop sabe que, além de todo o sucesso e performances maravilhosas, também existem pessoas um pouco mais negativas e que fazem coisas erradas, como assédios e até estupros. Desta vez, a denúncia foi feita pelos fãs do grupo Mamamoo: segundo algumas pessoas que estavam presentes no DMZ Peace Concert, a cantora Wheein sofreu assédio de um militar. Gente, que absurdo!

Testemunhas que aguardavam o grupo no final do evento viram um oficial segurando a artista de 24 anos enquanto ela tentava entrar em seu carro, além de ter feito sons obscenos para Wheein. Gente??? Claro que as redes sociais ficaram lotadas de críticas e protestos. "Wheein é uma idol e foi assediada hoje por um militar que fez sons obscenos e chegou a tocar nela. Nenhuma mulher merece passar por isso, queremos respeito porque esse é o mínimo que deveria acontecer, respeito acima de tudo", escreveu um internauta. "Não é a primeira vez que isso acontece com uma idol, e esse fato é muito preocupante. A Wheein foi assediada por um militar e isso é ridículo. Uma atitude tem que ser tomada contra isso, enquanto isso, vamos amar e apoiar a Wheein", diz outro fã.

A cantora ainda não se pronunciou após o ocorrido, mas uma nota que circula no Twitter diz que o Ministério da Defesa da Coreia do Sul respondeu sobre as acusações, afirmando que as Forças Armadas estão "agindo contra o soldado envolvido", mas ainda existem algumas dúvidas sobre a veracidade do comunicado. As hashtags #ProtectWheein e #RespectWheein ficaram o final de semana todo, assim como no início desta semana, nos Trending Topics mundiais. Gente, qual é a dificuldade de RESPEITAR outra pessoa? Desejamos com todo o coração que Wheein esteja bem depois desse absurdo.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema