Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Nesta sexta (6), Johnny Depp comunicou sua saída da franquia de "Animas Fantásticos", em que interpretava o vilão Gellert Grindelwald. Devido aos acontecimentos recentes, o ator foi convidado pela Warner a se demitir da produção, que retornará em 2022 com o terceiro filme. Depp acaba de perder uma batalha judicial contra um jornal que o chamou de "espancador de mulheres".

Johnny Depp não vai mais interpretar o vilão Grindelwald na franquia de "Animais Fantásticos", que retornará em 2022 com o terceiro filme. Nesta sexta (6), o ator comunicou aos fãs em carta aberta que foi convidado pela Warner a se demitir do papel devido aos últimos acontecimentos e respeitou a decisão da empresa.

A informação de que Depp foi demitido da trama derivada de "Harry Potter" vem após a perda da batalha judicial do ator contra o jornal The Sun, que o chamou de "espancador de mulheres". Confira o pronunciamento do astro de "Piratas do Caribe" sobre o caso.

"Primeiramente, gostaria de agradecer a todos que me deram apoio e lealdade. Eu fui honrado e comovido por todas as suas mensagens de amor e preocupação, especialmente nos últimos dias. Em segundo lugar, gostaria de dizer que fui solicitado pela Warner Bros. de deixar o papel de Grindelwald em Animais Fantásticos, e eu respeitei a decisão e aceitei. Por fim, tenho que dizer isso. O julgamento surreal no Reino Unido não mudará minha luta para contar a verdade, e confirmo que eu planejo entrar com recurso. Continuo determinado e pretendo provar que as alegações contra mim são falsas. Minha vida e carreira não serão definidas por este momento. Obrigado por ler", diz a mensagem da foto publicada em suas redes sociais.

Há alguns anos, Depp é acusado de violência doméstica pela ex-esposa Amber Heard, de "Aquaman", durante o casamento. Em contrapartida, ele move um processo contra a atriz por difamação.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema