Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Cenas previsíveis e piadas gordofóbicas são apenas o começo dos problemas de "It - Capítulo 2". Nem os nomes de peso do elenco, como Jessica Chastain e James McAvoy, salvam a continuação. Aqui está um resumão dos erros graves que este fã - que estava muito ansioso para este filme - percebeu durante a sessão.

Este jornalista que vos fala assistiu ao primeiro "It - A Coisa" lá em 2017 e, desde então, vem esperando ansiosamente para conferir a continuação. A paixão pelo filme foi tão grande que até de Georgie eu me fantasiei no Halloween. É por essas e outras que, quando fui chamado para assistir à sequência numa sessão para a imprensa, não demorei a confirmar presença. Grande erro. Alerta de spoilers abaixo!

Quando você gosta muito de uma história, é natural entrar na sala de cinema torcendo para sair satisfeito. O problema é que "It 2" fez dessa uma missão praticamente impossível. Sim, a escalação dos atores foi impecável e os efeitos especiais continuam sensacionais, mas os elogios terminam aí. De cenas extremamente previsíveis a piadas gordofóbicas, vários momentos me deixaram decepcionados com a continuação. Aqui estão cinco deles:

1- Pesando a mão

Resultado de imagem para it chapter 2

Logo na primeira cena, vemos um casal gay ser humilhado e espancado por uma gangue de homofóbicos. Um dos rapazes, inclusive, é jogado de uma ponte por um dos criminosos. Alguns minutos depois, Bev (Jessica Chastain) leva uma surra do seu marido abusivo. É esperado que um filme de terror tenha cenas fortes e desconfortáveis, mas, particularmente em "It", esses momentos não deveriam vir do palhaço Pennywise (Bill Skarsgard)? E, se o intuito é mostrar que os humanos são tão cruéis quanto os monstros sobrenaturais, não havia MESMO caminhos menos apelativos que o roteiro poderia ter tomado? Imagino que sim.

2- Erros de continuação

Resultado de imagem para it 2

A coisa mais fofa de ver a Bev e o Bill (James McAvoy) se beijando depois de 27 anos foi perceber que a mão dela no rosto dele estava na mesma posição de quando eles eram crianças. Rola até um flashback mostrando os dois pequenos em que a câmera gira ao redor do casal. O problema é que a sensação de que nada mudou é completamente jogada fora quando a mão da protagonista adulta, de repente, está num lugar diferente da mais jovem. Eu poderia ficar citando os deslizes para sempre, como a Bev ter levado um soco do marido e ter mantido o rosto impecável, mas proponho este jogo dos mil erros aos corajosos que irão ao cinema assistir ao filme. Por sua conta e risco.

3- Cenas e diálogos previsíveis

Resultado de imagem para it 2

No filme, os protagonistas se separam e revisitam os traumas de infância por, basicamente, uma hora. Apesar de ser um arco chave para o final de "It - A Coisa 2", as cenas foram pensadas de uma forma monótona. Quando um dos personagens estava em foco, por exemplo, o espectador já é capaz de saber o que vai acontecer com todos os outros a seguir. As conversas manjadas e os jump scares também não ajudam.

4- Total descompromisso com a lógica

Resultado de imagem para it chapter 2

Ok, galera, o Eddie (James Ransone) pode mesmo ser, literalmente, perfurado pelo Pennywise e ainda ficar vivo por meia hora - a ponto de fazer uma piada sobre a mãe do Richie (Bill Hader). E, claro, o Bill e o Mike (Isaiah Mustafa) certamente chegaram em 15 segundos à pousada onde estava o resto dos perdedores para alertá-los sobre o ritual que deveriam fazer juntos. Ok que é um filme sobre palhaços demoníacos, mas vocês esperam mesmo que o público não se ligue em absurdos como esses?

5- Gordofobia

Resultado de imagem para it 2 bill hader richie

Num momento de alívio cômico nada cômico, Richie diz que Eddie é muito corajoso - e ter se casado com uma mulher vários quilos acima dele é a prova disso. Uau. Inovador. Estar em 2019 e ainda ver piadas com gordos sendo inseridas em roteiros de Hollywood é osso.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema