Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Venhamos e convenhamos: o Brasil está passando por uma fase meio difícil e isso está influenciando até na nossa arte. Por isso, o Purebreak pensou em fazer uma listinha de filmes nacionais que são verdadeiros clássicos e você PRECISA ver - e, para melhorar a história, estão disponíveis em canais de streaming! Vamos ver?

O cinema brasileiro sempre contou com obras incríveis, da comédia ao terror, e merece muito ser reconhecido e admirado. Mas, infelizmente, a arte no Brasil está passando por maus bocados e os atores e cineastas estão enfrentando problemas bem complicados para divulgarem suas obras. Por sorte, vários desses trabalhos estão disponíveis em canais de streaming, como Netflix, Globoplay e Prime Video, da Amazon, e por isso nós decidimos dar essa forcinha: que tal usar os próximos finais de semana e feriados de fim de ano para se atualizar nesses filmes brasileiros? Você com certeza não vai se arrepender! Para facilitar o lado de todo mundo, vamos colocar a listinha de filmes de acordo com as plataformas, que aí você já procura direto e certo nas que você tem assinatura! Perfeitinho, né? Então, sem mais delongas, vamos lá?

Globoplay

"Que Horas Ela Volta?" (2015)

Quem nunca assistiu esse filme, precisa correr para conferir. A história gira em torno de Val (Regina Casé), que se muda para São Paulo procurando melhores condições de vida para sua filha. Ela deixa a pequena no interior para se tornar babá de Fabinho (Michel Joelsas), ou seja, teve que morar na casa dos patrões. Quando o menino vai prestar o vestibular, a filha de Val, Jéssica (Camila Márdila), pede para ir para São Paulo fazer a prova também. A jovem é até bem recebida, mas tem que seguir alguns protocolos que, se quebrados, podem causar problemas para ela e sua mãe... é emoção atrás de emoção!

"A Busca" (2012)

Theo Gadelha (Wagner Moura) vê sua vida desmoronando quando a esposa pede divórcio, seu mentor está à beira da morte e, para completar, seu filho simplesmente desaparece. Com isso, ele decide pegar estrada para ver se encontra o pequeno e o emocional do espectador (além do desespero de ver alguém que ama perdido) é o foco central do longa.

"Gonzaga - De Pai pra Filho" (2012)

Este filme conta a história de um dos maiores artistas do Brasil na década de 70/80, mas de uma forma bem romantizada. Gonzaga decide sair cedo de casa em busca de novas histórias e com uma vontade incansável de apagar algumas cicatrizes que um antigo amor deixou. É nessa que ele conhece Odaléia (Nanda Costa) e fica apaixonado. Eles casam, têm um filho, mas a jovem logo fica muito doente por conta de complicações no parto e é aí que ele decide voltar para a estrada em busca de estudo, para garantir um futuro melhor para a família. O problema é que esse afastamento gera problemas no relacionamento dos dois - mas o contato entre o pai e o filho segue cheio de carinho e bons conselhos.

Netflix

"Ponte Aérea" (2015)

Histórias de amor no acaso? Temos! Uma forte chuva faz com que um voo entre o Rio de Janeiro e São Paulo seja desviado para Belo Horizonte. Os passageiros são hospedados em um hotel, já que o novo voo só parte no dia seguinte. É aí que o carioca Bruno (Caio Blat) e a paulista Amanda (Letícia Colin) se encontram. Os dois trocam olhares, se aproximam e acabam passando a noite juntos, mas se desencontram na manhã seguinte, por causa do tal voo. Eles conseguem se reencontrar e o sentimento só vai crescendo - mas os dois vão ter que lidar com a distância, já que vivem em cidades diferentes. Será que dá certo? Só vendo pra saber!

"Cidade de Deus" (2002)

É pesado? É. Reflete a realidade das comunidades do Rio de Janeiro até os dias atuais? Sim. O filme mostra o crescimento do crime organizado na Cidade de Deus. No longa, vemos que a falta de investimentos em saúde e educação prejudica diretamente a vida de jovens que não têm muitos recursos e, consequentemente, acabam entrando no mundo do crime. É claro que o filme aborda diferentes perspectivas e histórias, mostrando os bandidos mais sanguinários e das antigas, os que estão começando agora e vão deixando essa maldade crescer dentro deles e aqueles que são completamente vítimas dessa situação e buscam uma vida melhor. Inclusive, o longa é narrado por Buscapé (Alexandre Rodrigues), um desses jovens que conseguiu deixar o crime e começou a trabalhar como fotógrafo. O longa entrou na lista de 100 Melhores Filmes da BBC.

"Paraíso Perdido" (2018)

O clube noturno Paraíso Perdido é gerenciado por José (Erasmo Carlos) e se torna cada vez mais movimentado por conta das atrações musicais dos filhos do cara. O problema é que homofóbicos vivem atacando Ímã (Jaloo) e, com isso, o policial Odair (Lee Taylor) começa a trabalhar como segurança dele. O laço entre os dois e o resto da família vai se tornando cada vez mais intenso e o filme promete reviravoltas surpreendentes!

Amazon Prime Video

"O Que é Isso, Companheiro" (1997)

Este longa foi até indicado ao Oscar como melhor produção estrangeira, ou seja, o bicho é bom mesmo! A história gira em torno de um jornalista, interpretado por Pedro Cardoso, que se associa a um grupo de terroristas para lutar contra a ditadura militar que aconteceu nos anos 1960. O melhor amigo do cara acaba sendo um dos capturados e sai ferido, então o jornalista decide que vai sequestrar o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, interpretado por Alan Arkin, em troca da soltura de alguns dos prisioneiros. Fernanda Montenegro, Fernanda Torres, Claudia Abreu, Selton Mello, Marco Ricca e Eduardo Moscovis também fazer parte desse elenco de peso!

"É Proibido Fumar" (2009)

Vencedor do Festival de Brasília daquele ano, o filme mostra o romance entre Baby (Glória Pires) e Max (Paulo Miklos). Para agradar o amado, a professora de violão decide não fumar mais, mas aí descobre uma traição e isso muda o rumo de sua vida. Eita!

"Café com Canela" (2017)

Muitas lembranças, perdas, sonhos... Margarida (Valdinéia Soriano) decidiu se separar do marido e vive isolada depois que perdeu o filho. É aí que surge Violeta (Aline Brunne), uma ex-aluna de Margarida, que pega para si a missão de trazer um pouco mais de felicidade para a amiga. Gente, puro amor! <3

Telecine Play

"Transtornada Obsessiva Compulsiva" (2015)

Uma comédia com Tatá Werneck obviamente não pode faltar nessa lista. Mas a história, por mais engraçada que seja, tem umas mensagens incríveis. Kika K. (personagem de Tatá) é uma atriz idolatrada por vários, mas tem que lidar com a concorrência de sua maior inimiga (pelo menos na ficção), Ingrid Guimarães, um fã doido que a persegue por todos os lados (interpretado por Luis Lobianco), um namorado estrelinha que, venhamos e convenhamos, é bem boy lixo (interpretado por Bruno Gagliasso) e uma empresária exigente até demais (vivida por Vera Holtz). E no meio disso tudo ela também tem que enfrentar o TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo).

"Central do Brasil" (1998)

CLÁSSICO! O longa quase rendeu um Oscar à Fernanda Montenegro. Dora (papel de Fernanda) ganha a vida ajudando pessoas analfabetas à escreverem cartas na Estação Central do Rio de Janeiro, com o único intuito de ajudar a pagar suas contas. O problema é que, volta e meia, ela perde a paciência e nem sequer envia as cartas para os familiares daquelas pessoas... Até que ela encontra Josué (Vinícius de Oliveira), um menino que vive sozinho desde que perdeu a mãe em um acidente. Ela não curte muito a ideia, mas decide levar o menino para casa e o vende para um casal corrupto. Só que ela volta atrás e decide ajudar o menino a encontrar o pai, que nunca conheceu. Eles saem nessa missão Brasil afora e é claro que o envolvimento entre a dupla vai se tornando cada vez mais materno e carinhoso. Ai gente, a lágrima já está ameaçando escorrer aqui...

"Através da Sombra" (2015)

Um suspense de respeito! Laura (Virginia Cavendish) é contratada para cuidar dos sobrinhos órfãos de um fazendeiro rico e misterioso, interpretado por Domingos Montagner. Ela, de imediato, cria uma conexão com Elisa (Mel Maia), mas o irmão da jovem foi enviado a um internato sem mais nem menos. Aos poucos, Laura vai descobrindo alguns mistérios e segredos na casa, e a tensão só promete ficar ainda maior!

Vale lembrar que esses são apenas ALGUNS dos filmes nacionais disponíveis nos canais de streaming e é sempre bom dar uma pesquisada para ver outras obras!

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema