Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Anitta é a maior artista brasileira da atualidade, mas ocupar esse cargo não é tão fácil. A cantora é alvo de críticas diariamente e na noite da última quarta-feira (10) foi acusada de fazer apropriação cultural mais uma vez. No entanto, a carioca não ficou calada e resolveu responder os fãs. Quer saber mais sobre essa discussão? Então vem com o Purebreak.

Anitta foi acusada de apropriação cultural na última quarta-feira (10) depois que o teaser do clipe de "Muito Calor", parceria com o astro Ozuna, foi divulgado na internet. Entre as cenas mostradas, em uma delas ela aparece na laje de uma casa na favela e com os cabelos bem cacheados, além de estar com uma roupa bem sensual. Ou seja, uma caracterização parecida com que já vimos em "Vai Malandra" e "Bola Rebola". Assim que a prévia começou a viralizar na internet, vieram as críticas. No entanto, dessa vez a Anitta não ficou calada.

Além de muitos comentários sobre a cantora ter "se transformado em negra", muita gente criticou o fato da artista estar sempre explorando espaços populares, como as favelas, em seus clipes. Aparentemente exausta das reclamações, a namorada de Pedro Scooby respondeu o comentário dos seguidores. "Meu Deus! Que loucura! 1 - 'Onda diferente' é um hit. O clipe foi gravado em Los Angeles. Cantado em português. Tem feat brasileiro e feat gringo importantíssimo. Estão começando a ouvir fora do Brasil mesmo sendo em português. 2 - O único videoclipe MEU gravado em uma favela se chama "Vai Malandra". Os demais são clipes onde eu fui CONVIDADA como feat, assim como esse. 3 - O clipe mostra diversos pontos do Rio de Janeiro que o diretor gostou. Dentre eles: escadas da Lapa, Pão de Açúcar, Cristo, praias e etc... 4 - Quando eu era criança meu cabelo era mais enrolado que nesse do vídeo. Eu que meti produto na adolescência e ele mudou para sempre. 5 - Vocês nunca estão satisfeitos", escreveu.

Anitta responde críticas do seguidores sobre apropriação cultural
Anitta responde críticas do seguidores sobre apropriação cultural

O que é apropriação cultural?

Basicamente, apropriação cultural é a ação de adotar alguns elementos específicos de uma cultura que não é a sua. Por exemplo: pessoas brancas usando turbante. A peça é um símbolo religioso comum em muitas culturas africanas e possui uma uma ligação com os costumes originais dos negros escravizados no período colonial. Como vivemos em uma sociedade pautada por hábitos e costumes europeus, o turbante se tornou um símbolo de resistência.

A grande questão é que elementos antes marginalizados passaram a ser visto de outra forma por conta do capitalismo, que se apropria de algumas culturas para lucrar. É como se uma marca muito famosa e cara começasse a produzir seus próprios turbantes e divulgar isso com e para pessoas brancas. Ou seja, depois de dizer que aquilo "não presta", o capitalismo transforma isso em produto e "apaga" o seu valor cultural.

As pessoas são livres para usar aquilo que querem, mas é preciso entender a motivação disso. Pessoas negras usam turbante há anos, mas a peça só passou a ser aceita por todos quando pessoas brancas começaram a usar também. E isso é a apropriação cultural.

A Anitta faz apropriação cultural?

E onde entra a cantora em toda essa história? "Muito Calor", "Bola Rebola" e "Vai Malandra" são alguns exemplos de clipes em que Anitta utiliza características mais populares. A grande questão é que acaba rolando um certo exagero na construção da imagem criada por ela mesma - e que nós sabemos que não condiz com a sua realidade. As favelas são regiões muito marginalizadas, assim como os seus moradores. No entanto, é só quando a Anitta entra nesses espaços para produzir clipes incríveis que essas regiões passam a ser vistas de outro modo e são aplaudidas.

Apesar de possuir uma origem popular, Anitta não é mais uma jovem simples de Honório Gurgel. Ela tem sua própria mansão, faz viagens internacionais e usa roupas muito caras. No entanto, na hora de produzir seus clipes, a artista se apropria de uma outra cultura para fazer sucesso, reforçando o bronzeado e deixando o cabelo mais cacheado. O fato dela poder transitar entre esses "dois lugares" é o que reforça a ideia de apropriação cultural.

Anitta
A treta entre Anitta e Léo Dias revela como realmente funciona o mundo das celebridades
Qual hit da Anitta representa você no isolamento?
Saiba tudo sobre "Anitta dentro da Casinha", novo programa da cantora no Multishow
Festival online com Anitta, Shawn Mendes, Taylor Swift e mais artistas será transmitido na Globo
ver todas as notícias de Anitta Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema