Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

O Dia da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha vai ser celebrado no próximo domingo, 25 de julho. A data celebra um marco de luta e resistência e, por isso, o Purebreak reuniu cinco conteúdos, entre séries e filmes da Amazon Prime Video, protagonizados por mulheres negras e poderosas para você maratonar no próximo. Confira as dicas!

Comemorado no dia 25 de Julho, o Dia Internacional da Mulher Negra expõe muito mais do que a importância da existência de um dia específico para essas mulheres, mas também representa um marco institucional de luta e de resistência. Instituído pelo governo do Brasil pela Lei nº 12.987/2014 em 2014, a data foi inspirada no Dia da Mulher Afro-Latina-Americana e Caribenha também.

O Dia Internacional da Mulher Negra é necessário para que pessoas reflitam sobre suas ações, dialoguem e pratiquem o combate ao preconceito diariamente. Dedicado às mulheres negras, o Purebreak reuniu cinco histórias com protagonismo negro da Amazon Prime Video para você assistir.

"Chi-Raq" (2015)

Dirigido pelo aclamado diretor Spike Lee, "Chi-Raq" é uma adaptação moderna do clássico drama grego "Lysistrata", de Aristófanes. Após o assassinato de uma criança por uma bala perdida, um grupo de mulheres, liderado por Lysistrata (Teyonah Parris), se organiza contra a violência na região sul de Chicago, criando um movimento que desafia a natureza de raça, sexo e violência, na América e no mundo todo.

Baseado no best-seller de Celeste Ng, 2017, "Little Fires Everywhere" segue os destinos entrelaçados da aparentemente perfeita família de Elena Richardson (Reese Witherspoon), e a enigmática Mia Warren (Kerry Washington) e filha, que afetam suas vida. A história explora o peso dos segredos, a natureza da arte e a identidade, a atração feroz da maternidade - e o perigo de acreditar que seguir as regras pode evitar desastres.

Black-ish (1ª temporada 2015)

"Black-ish" conta a história da família Johnson e a ótima vida que levam numa excelente casa em um bairro de classe, por conta das bem-sucedidas carreiras de Dre e Rainbow, que têm quatro filhos. No entanto, como cidadãos negros, eles passam a questionar a influência deste sucesso na identidade étnica e cultural de sua família. A protagonista Tracee Ellis Ross já até chegou a ser reconhecida com um Globo de Ouro de Melhor Atriz em Série de Comédia na pele da personagem Rainbow Johnson.

"O amor de Sylvie" (2020)

"O amor de Sylvie" é uma história que fala sobre o "encontro de almas" de Sylvie (Tessa Thompson) e Robert (Nnamdi Asomugha). Durante o desenrolar do enredo, uma viagem a Paris, uma vida de dona de casa e a luta dela para ter um reconhecimento como profissional sendo uma mulher negra da década de 1950 podem abalar o romance. O filme foca na luta das pessoas negras contra o preconceito na época.

"Manhãs de Setembro" (2021)

Em "Manhãs de Setembro", Liniker estreia como atriz pela série que fala sobre a vida de uma mulher trans e negra, que acaba de conquistar sua independência toma um rumo inesperado com a chegada de um filho que ela gerou com outra mulher dez anos antes.

"Cassandra começa a ver as coisas finalmente dando certo em sua vida, ela consegue alugar um apartamento próprio pela primeira vez, tem um namorado que a ama, Ivaldo (Thomás Aquino), além de um trabalho como motogirl no centro de São Paulo. Ela também está conseguindo realizar seu sonho de ser uma artista cover de Vanusa, famosa cantora dos anos 70, quando sua vida toma um rumo inesperado: Leide (Karine Teles), com quem ela teve um envolvimento no passado, aparece com Gersinho (Gustavo Coelho), que ela afirma ser filho de Cassandra", descreve a sinopse da série.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema