Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

No Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio, estes são alguns dos sinais que uma pessoa depressiva apresenta no início da doença
No Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio, estes são alguns dos sinais que uma pessoa depressiva apresenta no início da doença
Observar é o primeiro passo: a gente sempre escuta falarem por aí sobre depressão, que esta é a doença do século e que a pessoa se sente infeliz e, em casos mais graves, perde a vontade de viver - podendo até tomar uma atitude negativa quanto a isto. Mas a depressão apresenta vários outros sintomas e que podem ser notados diariamente. Neste Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, vamos falar um pouco disto para ficarmos de olhos nas pessoas próximas e, claro, em nossa própria saúde.

Saúde mental nunca deve ser tratada como brincadeira e todo mundo deveria se consultar com um psicólogo, especialmente quando não está se sentindo muito bem. Mas a depressão é algo muito mais fundo, por assim dizer, e apresenta sintomas diariamente - sem que, muitas vezes, ninguém, nem nós mesmos, percebamos. E observar é o primeiro passo, né?! Por isso, neste Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio (10 de setembro), vamos falar alguns dos sinais mais sutis que uma pessoa depressiva costuma apresentar.

1- Não consegue se concentrar nas tarefas, por mais simples que elas pareçam ser

Não é só uma questão de se distrair com facilidade; às vezes você faz de tudo para focar no que está fazendo, mas não consegue absorver aquilo ali, de fato. Sabe quando você tá vendo uma série e não lembra de nada que acabou de assistir, mesmo estando prestando atenção? Ou até quando você fala algo e, minutos depois, esquece o que falou e não consegue mais desenvolver a conversa do ponto que parou? Isso requer bastante atenção!

2- Desinteresse em fazer as coisas

Independente de ser alguma obrigação, como trabalho e escola/faculdade, ou diversão; a pessoa simplesmente perde o interesse de fazer as coisas.

3- Cansaço excessivo

Sabe quando você dorme o dia inteiro e parece que acordou ainda mais cansado? Ou quando você fica o final de semana inteiro deitado, mas parece que algo passou por cima de você? Se essa sensação se repetir, é algo a ser observado com mais cautela, especialmente por um psicólogo...

4- Insônia

De vez em quando, esse cansaço excessivo está atrelado à dificuldade de pegar no sono. A cabeça começa a ficar mais agitada quando você encosta no travesseiro e parece que todos os problemas do mundo surgem nos seus pensamentos.

5- Falta ou excesso de apetite

Da mesma forma que uma pessoa depressiva pode comer menos, uma compulsão por comida pode surgir durante este período. Deve-se ficar atento a qualquer mudança no fluxo de alimentação.

6- Demora para desenvolver atividades simples

Um outro sinal é falar, andar ou fazer qualquer atividade de forma mais lenta, de forma que não era apresentada antes e que até as pessoas em volta notem.

7- Tentar algo contra si mesmo

Esse quadro já é até mais avançado e a pessoa deve procurar um psicólogo com urgência: essa sensação de que é um problema para o mundo, de que a vida das outras pessoas seria melhor se você não existe e pensar em se machucar ou até mesmo cometer suicídio. Lembre-se sempre que NADA DISSO É REAL, que as pessoas te amam e independente dos problemas que você esteja passando, tudo vai se resolver.

8- Mudança de humor

A pessoa tá rindo, feliz, e do nada fecha a cara? E, de uma hora para a outra, volta a participar do assunto como se nada tivesse acontecido - ou nem volta ao normal e acaba ficando por isso mesmo? Algo está errado aí!

Você é especial demais, procure ajuda de um psicólogo e cuide dessa saúde mental, hein!

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema