Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Olha, temos que concordar... Inacreditável! Um dito ~influenciador, com acesso a informação e tudo, decidiu dar um empurrãozinho - no pior dos sentidos - naqueles que procuravam um apoio. Pois é, Carlinhos Maia soltou um "se mata" ao debochar dos fãs mais novos que revelam ter depressão e sentem vontade de cometer suicídio. Assim como nós, Felipe Neto também ficou indignado com o que viu e fez um baita desabafo nas redes sociais.

O ano é 2019, vários artistas falando sobre a Depressão que enfrentaram, sobre preocupações com a saúde mental, sobre pessoas queridas e fãs que partiram por conta dessa doença tão ruim... E entramos no Setembro Amarelo, período destinado a ajudar pessoas com problemas psicológicos. Demorou bastante tempo, mas finalmente a maioria das pessoas está vendo esse grande mal com a atenção que era necessária, mas ainda tem gente que faz piada e acha que é bobeira. Carlinhos Maia se encaixa nesse segundo grupo: o "influenciador" decidiu falar sua opinião sobre o assunto em seu Instagram Stories, mas a indelicadeza do youtuber foi o que mais chamou atenção, sendo assim, massacrado nas redes sociais. Até Felipe Neto compartilhou as palavras do cara, analisando que é impossível ouvir isso tudo e não se revoltar.

Resumidamente, Carlinhos disse que vive recebendo mensagens de fãs que pensam em suicídio, incluindo de adolescentes de 16 anos. O que ele opinou com relação a isso? "Vai, ô, imbecil! Vai se matar!", disse no vídeo. Felipe Neto foi um dos primeiros a se manifestar sobre o assunto:

Claro que os comentários foram tão negativos quanto à declaração de Carlinhos: "Coragem, porque noção nenhuma", "Nem em Chernobyl tem tanta radiação", "Pior do que o que ele fala, é quem segue, quem dá ouvidos", "Não dá nem pra acreditar que esse cidadão é considerado a pessoa mais 'influente' da internet" e "Essa pessoa passa dos limites sempre, nunca para pra pensar nas mer*** que fala" foram alguns dos comentários que surgiram na publicação de Felipe.

O que custa pensar um pouquinho antes de falar algo para a grande massa, não é mesmo? Tá tudo bem ser espontâneo, mas não existe brincadeira quando relacionado a uma doença tão séria como a Depressão, que leva em cerca 800 MIL PESSOAS POR ANO a cometerem suicídio, sendo considerada a segunda principal causa de morte entre jovens de 15 e 29 anos. Não sabe como ajudar essas pessoas? Simplesmente fique quieto, não piore a situação de alguém que só precisava de uma palavra de conforto e apoio.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema