Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Veja como artistas estão colorindo as ruas do Brasil e do mundo com o Grafite

A arte tem conquistado cada vez mais espaço. Uma arte que está sempre presente por onde se passa nas cidades são os grafites. Considerado como vandalismo por muitos anos, o grafite começou a ser reconhecido como arte nos últimos anos.

Apesar da constante polêmica - como no caso da pintura que Justin Bieber fez nos muros do Rio de Janeiro em sua passagem pela cidade - artistas já são reconhecidos internacionalmente pelo trabalho criativo nas ruas. Astros da música pop - como Austin Mahone no clipe do hit "Banga Banga" - e pricipalmente do Hip Hop, divulgam o grafite como a cultura dos guetos, onde a tendência nasceu. Como surgiu na periferia de Nova Iorque, a grafia original 'Graffiti' também pode ser usada para falar sobre a arte de rua. Uma prova desse reconhecimento é que hoje é comemorado o Dia Internacional do Grafite.

Já existem artistas em todas as regiões do país, deixando suas marcas pelas ruas - quando permitido - e pelas galerias de arte do Brasil. Em São Paulo, um grupo de 58 artistas fez 66 painéis dando origem ao primeiro Museu Aberto de Arte Urbana de São Paulo (MAAU).

A cidade, eleita Capital Mundial do Grafite também foi palco do documentário Cidade Cinza, que conta a trajetória dos grafiteiros em busca de aceitação ( da sociedade e do governo) na terra da garoa, como da dupla "Os Gêmeos", Otávio e Gustavo Pandolfo.

Confira o trailer do filme e as obras dos principais artistas brasileiros!

O filme Cidade Cinza traz a polêmica do Graffiti: arte ou não?
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema