Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Quem nunca quis trabalhar com seu ídolo, né? No caso das fãs do Justin Bieber, a experiência pode não ser das melhores! A coreógrafa Emma Portner ficou bem chateada depois de toda a treta envolvendo o cantor, Taylor Swift e o empresário Scooter Braun e resolveu falar umas verdades sobre o astro, afirmando que ele não valoriza as mulheres e não apoia a comunidade LGBTQ+. Tenso!

Sabe aquele famoso ditado: "As máscaras sempre caem"? Pois é, parece aviso de mãe, mas isso é bem real! E é claro que a frase se encaixa perfeitamente para aquele nosso ídolo querido; afinal, ele pode sempre apresentar ser um amor ou uma péssima pessoa, se aquilo não for verdade, ora ou outra todo mundo perceberá. E os fãs do Justin Bieber estão tomando um monte de sacodes com as últimas notícias envolvendo o artista e, desta vez, uma coreógrafa do astro falou sobre o terror que passou no período que trabalhava com a estrela. Tenso!

Para quem não está entendendo nadica de nada, a gente explica: Justin Bieber estava diretamente envolvido na polêmica entre Taylor Swift e o empresário Scooter Braun. Ao dar a sua opinião, o cantor se desculpou com a artista, mas deu a entender do início ao fim que a culpa era de Taylor e que o empresário era a vítima da situação (kkk). O cara recebeu uma chuva de críticas e foi aí que Emma decidiu entrar na história: aos que ficaram do lado de Justin, a dançarina abriu o jogo sobre como é trabalhar com a estrela. "Eu me arrependo de trabalhar sob o seu nome", inicia.

A profissional lembra que trabalho com Justin durante a "Purpose World Tour", em 2016. "Eu dei ao seu universo o meu corpo inocente, minha criatividade, tempo e esforço. Duas vezes. Por conteúdo pelo qual você lucrou milhões. Enquanto eu não ganhei nada", começa a "denúncia". Emma ainda diz que o cantor a pagava bem menos do que um salário mínimo, isso por duas horas de trabalho. "Eu não tinha dinheiro para comer. Eu estava limpando o chão de estúdios de dança para poder praticar meu próprio ofício. O modo como você degrada as mulheres é uma abominação", sinaliza.

Além disso, a esposa da atriz Ellen Page diz que Justin está sempre em contato com "pessoas problemáticas" e que não apoia a comunidade LGBTQ+. "Como você se sente a respeito disso? Uma lésbica, AJUDANDO VOCÊ, por uma quantia desrespeitosa de dinheiro, enquanto você frequenta uma igreja que vai contra a minha existência?", questiona. Para finalizar, Emma diz que espera amadurecimento por parte de Justin: "Um pastor branco e heterossexual e um empresário não podem ser a sua única e mais importante fonte de ponto de vista nesse mundo. Você tem um poder IMENSO. O use para PARAR DE DEGRADAR MULHERES", sugere.

E aí, o que vocês acham disso tudo? Deixe sua opinião aqui no Purebreak e, claro, se ligue para mais novidades!

Justin Bieber
Justin Bieber volta a irritar fãs de Taylor Swift após piadas sobre a cantora
Justin e Hailey Bieber aparecem no maior clima de romance no novo clipe do cara com Dan + Shay
Os Biebers: Justin Bieber compartilha primeira foto com Hailey após o casamento
Justin Bieber e Hailey Baldwin vão se casar nesta segunda-feira (30). Veja detalhes da cerimônia
ver todas as notícias de Justin Bieber Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema