Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

A era "Bangerz" foi tão polêmica, que Miley Cyrus ainda está falando sobre isso. Na época, a cantora foi acusada de se apropriar da cultura Hip-Hop e depois descartá-la como se fosse qualquer coisa. Recentemente, a youtuber Kenya Wilson publicou um vídeo em que defende a ex-Disney de algumas acusações e a própria comentou na publicação, admitindo os seus erros.

Gostando ou não, precisamos admitir que a era "Bangerz" foi o momento de Miley Cyrus! A cantora estava no topo, lançado vários hits e todo mundo só falava sobre a ex-Disney. No entanto, isso não significa que ela foi perfeita. Foram muitas polêmicas por conta do comportamento da artista e também algumas acusações bem sérias, como o fato da loira ter se apropriado da cultura Hip-Hop e fazer mais sucesso que muitos artistas negros. Recentemente, a youtuber Kenya Wilson publicou um vídeo em que defende a esposa de Liam Hemsworth de algumas acusações e relembra como o álbum foi importante para cultura pop. Para surpresa de muitos, Miley comentou o vídeo e ainda admitiu alguns erros.

Vale lembrar que em 2017, na época do álbum "Younger Now", Miley chegou a comentar o motivo de ter "deixado" o hip-hop. "Eu amo a música nova do Kendrick Lamar ['Humble']: 'Mostre algo natural, tipo uma bunda com estrias'. Eu amo isso porque não fala 'Venha sentar no meu pau, chupe meu pau'. Não consigo ouvir isso mais. É o motivo de eu ter me afastado da cena hip-hop um pouco. Era tudo muito 'Lamborgini, tenho meu Rolex e minha garota no meu pau'. Eu não tenho nada a ver com isso", declarou em entrevista à Billboard.

Na época isso foi visto de maneira muito negativa, já que não são todos os artistas que têm a liberdade de "deixar" alguma cena. Será que Cardi B conseguiria fazer sucesso com um álbum country? Ou seja, isso só reforçou as acusações de apropriação cultural. Mas, pelo visto, Miley Cyrus mudou. No vídeo de Kenya, a dona do EP "She Is Coming" reconheceu o seus próprios erros. Veja:

"Acabei de assistir seu vídeo. Obrigado por me dar a oportunidade de me abrir. Ficar em silêncio não é como eu sou. Estou ciente da minha influência e tenho sempre a usado da melhor forma que conheço e para iluminar a injustiça. Quero começar dizendo que sinto muito. Reconheço que dizer 'É o motivo de eu ter me afastado da cena hip-hop um pouco' foi insensível, já que é um privilégio para mim ter a habilidade de entrar e sair da 'cena'. Existem décadas de desigualdade e eu ainda tenho muito a aprender. O silêncio faz parte do problema e eu não quero ficar em silêncio sobre isso mais. Minhas palavras se tornaram um divisor num tempo onde a união é crucial. Não posso mudar o que disse na época, mas posso dizer que sinto muito pela desconexão que minhas palavras causaram. Enfim, fiz merda e sinceramente me desculpo. Estou comprometida em usar minha voz para curar, mudar e defender o que é certo"

Miley Cyrus mandou muito bem, né? Por mais artistas que reconheçam os seu próprios erros. <3

Miley Cyrus
Apropriação cultural na era "Bangerz": Miley Cyrus admite erros e diz que ainda está aprendendo
"She Is Coming" ou "Bangerz"? Descubra qual fase da Miley Cyrus te representa!
Miley Cyrus fala sobre sua experiência em "Black Mirror" e da mensagem do episódio
"She is Coming"! O novo álbum da Miley Cyrus já está entre nós e não poderíamos estar mais animados
ver todas as notícias de Miley Cyrus Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema