Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Após ser alvo de racismo no Twitter, Normani Kordei, do Fifth Harmony, volta para rede social e faz campanha contra cyberbullying
Após ser alvo de racismo no Twitter, Normani Kordei, do Fifth Harmony, volta para rede social e faz campanha contra cyberbullying
Após ser alvo de racismo, a cantora se uniu à fundação CyberSmile por uma boa causa.

Depois de ser alvo de racismo no Twitter, no último mês, Normani Kordei decidiu dar um tempo das redes sociais. Porém, a diva do Fifth Harmony voltou à ativa, nesta terça-feira (13), mais forte do que nunca. Decidida a lutar com o bullying online, a cantora se tornou embaixadora da fundação Cybersmile e contou essa novidade aos seus mais de 1 milhão de seguidores.

A fundação sem fins lucrativos visa acabar com o cyberbullying, focando em pessoas que sofrem abusos por seu gênero, raça ou religião. "Trabalhando com a Cybersmile eu quero chamar a atenção ao apoio que é oferecido a pessoas afetadas, enquanto faço meu papel contribuindo para uma internet mais gentil e positiva para todos", diz Normani, num comunicado.

"Ninguém tem o direito de te deixar desconfortável nos lugares que você vai e no que você faz", continua a estrela, uma das vozes do hit "Work From Home". "É importante enfrentar todas as formas de bullying e é ainda mais importante que as pessoas a sua volta sejam corajosos e enfrentem com você! Juntos nós podemos colocar um fim no ódio e promover apenas a positividade e o amor."

Em um vídeo postado no Twitter, Mani ainda explica que passar as últimas semanas longe do microblog a proporcionou um tempo maior para refletir. Ela ainda deu conselhos de como combater o ódio, dizendo que o primeiro passo é tomar o controle das suas emoções e saber que é OK ter sentimentos.

O Fifth Harmony encerrou oficialmente a turnê "7/27" nos últimos dias e, na próxima segunda-feira (19), será lançado um clipe para a faixa "That's My Girl".

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema