Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Você tem que parar de falar estas frases extremamente racistas
Você tem que parar de falar estas frases extremamente racistas
Você já parou para pensar que algumas frases que você solta no seu dia a dia podem ser bem preconceituosas? Pois é, mesmo que a sociedade esteja mudando, ainda existem pequenos detalhes que sempre pegam um grupo de surpresa e acabam até ofendendo outras pessoas. Vamos parar de falar estas frases racistas, vamos? SIIIIM!

A sociedade está mostrando uma evolução nos últimos anos, mas muitas coisas ainda precisam mudar. Querendo ou não, ainda vivemos em um mundo muito preconceituoso, seja esse preconceito racial, social ou com relação a sexualidade. E vocês, já se deram conta de que várias frases são consideradas racistas e você nem se dá conta disso - ou até dá, mas deixa pra lá e tenta justificar? Pois é, isso é bem errado... para que erros graves não aconteçam, o Purebreak vai mostrar algumas frases que são bem inadequadas, mesmo que você nunca tenha percebido isso.

"Que negro(a) lindo(a)"

Você por algum acaso, na hora de elogiar um branco, diz "nossa, que branco bonito"?

"Mas branco também sofre preconceito"

Olha, não vamos nem nos dar o trabalho de explicar essa parte de novo...

"Você está me denegrindo"

Denegrir, segundo o dicionário, significa "tornar negro, tornar escuro". No sentido figurado, é usado para acabar com a reputação de alguém. Por que isso é dito como uma expressão negativa?

"O negro é mais racista que o branco, fazendo tanto vitimismo"

É "OI?" atrás de "OI????" com essa frase... para começar, não existe vitimismo, só uma bagagem de situações completamente abusiva de brancos para com negros. É só ler um pouquinho de história ou parar para assistir documentários que esse seu conceito vai mudar rapidinho.

"Não sou tuas negas"

Muita gente já parou de usar ou até fala em tom de brincadeira, mas não galera, isso é sério. Qualquer uma dessas frasezinhas como "Não sou tuas negas", "Hoje é dia de preto" (se referindo a dias de trabalho pesado), "Fazer nas coxas" (há quem diga que a origem desta expressão é justamente que os escravos moldavam telhas com suas coxas) e até mesmo a palavra criado-mudo (pois é, o nome que as pessoas dão para a mesa de cabeceira vem da função que os escravos executavam: segurar as coisas para seus senhores, como uma mesa mesmo. Como o criado não podia fazer barulho para não atrapalhar os seus senhores, era considerado "mudo") são errados e têm que ser excluídos do vocabulário.

"Inveja branca"

Sim, mais uma vez o termo "negro" é usado como algo negativo e "branco", como algo positivo. As pessoas falam sobre "inveja branca" para legitimar um sentimento ruim e, assim, não achar que está "gongando" o que aconteceu com a outra pessoa. Tá todo errado, amigo!

"Ah, eu não sou racista, tem um menino negro no meu trabalho que eu me dou super bem"

Perceba: a pessoa sem argumentos vai mandar uma frase destas. "Ah, mas o bisavó da minha tataravó era negro" ou "Ah, eu sempre faço essas piadas com um amigo meu que é negro e ele nem liga" estão na lista também. Pára pra pensar: se o assunto é questionado e você usa uma desculpa dessas para justificar, o racismo já está aí e BEM atrelado a você. Tanto que você nem vê como algo ruim mais e acha a coisa mais natural do mundo. Reveja seus conceitos, parça!

Não é tão difícil parar para pensar nas coisas que falamos ANTES de colocarmos pra fora, certo? Infelizmente, ainda estamos inseridos em uma sociedade extremamente preconceituosa, então a ação tem que partir de nós mesmos: informação e respeito nunca são demais.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema