Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Rihanna é ou não é a rainha das rainhas? A cantora defende as mais diferentes causas e fala abertamente sobre racismo. Como por exemplo, a artista recusou participar do Super Bowl após um caso de racismo e voltou a defender esta ideia: "Eu não podia ser essa vendida". É uma deusa mesmo, enche a todos de orgulho! <3

Não é só de hit farofa que vive Rihanna e ela já nos provou isso inúmeras vezes. A artista mostrou que é perfeita em tudo que tenta fazer e é, atualmente, a mulher mais rica do mundo da música. E é claro que a musa também representa causas importantes, como contra o racismo, por exemplo. A empresária é capa da revista Vogue e falou sobre a política discriminatória e usou uma fala do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para ilustrar isto.

A cantora falou sobre o homem branco que abriu fogo em uma loja de conveniência, matando 22 pessoas, em El Paso. "Coloca um homem árabe com essa mesma arma, no mesmo Walmart, e de nenhuma forma Trump ficaria sentado para dizer publicamente que é um problema de saúde mental. O ser humano mais mentalmente doente dos Estados Unidos, atualmente, parece ser o presidente", garante. "As pessoas estão sendo mortas por armas de guerra que são compradas legalmente. Isso não é normal. Isso nunca deveria ser normal. E o fato de ser classificado como algo diferente por causa da cor da pele? Isso é um tapa na cara. É completamente racista", continua. Alguém dá a presidência para esta mulher, por favor!

Rihanna ainda relembrou sua ausência no Super Bowl - a cantora se recusou a fazer o show de intervalo para defender o jogador do San Francisco Colin Kaepernick, que protestava contra a injustiça racial e a brutalidade no país. "Não podia me atrever a fazer isso. Para quê? Quem ganha com isso? Não o meu povo. Simplesmente, não podia ser uma vendida. Há coisas com que não estou de acordo em nada com essa organização. Eu não iria aparecer e serví-los de maneira alguma", disse. RAINHA!

Novo álbum

Agora está mais do que confirmado: o R9 realmente está vindo por aí e terá uma pegada de reggae! "Eu gosto de olhá-lo como um álbum inspirado no reggae, ou com uma mistura do reggae. Não vai ser algo típico ou o que você conhecem como reggae. Mas você vai sentir os elementos em todas as faixas", promete. Já queremos na nossa mesa - e playlist - pra ontem!

Rihanna
Rihanna fala sobre política discriminatória e relembra ausência no Super Bowl após caso de racismo
Rihanna enterra de vez os padrões de beleza com teaser do desfile da SAVAGE X FENTY
Rihanna, Adele e The Weeknd vão lançar álbuns ainda em 2019 e apostamos que você já tá surtando
Existe a possibilidade da Rihanna ser Deus e vamos te provar isso
ver todas as notícias de Rihanna Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema