Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Taylor Swift é a capa de outubro da revista Rolling Stone e, além de ter tirado fotos maravilhosas para edição, também deu uma entrevista maravilhosa em que falou praticamente sobre tudo o que aconteceu na sua carreira nos últimos três anos. Ou seja, algumas polêmicas foram abordadas. Quer saber sobre tudo o que ela falou? Então, vem com a gente.

A Rolling Stone divulgou nesta quarta-feira (18) que Taylor Swift é a capa da edição de outubro da revista e também compartilhou uma entrevista bem intimista que eles fizeram com a cantora. Apesar de todo mundo ter acompanhado todas as tretas que aconteceram com a dona do álbum "Lover" nos últimos três anos, agora nós temos a oportunidade de ver tudo a partir das perspectiva da própria - e de uma forma muito sincera. E ela falou sobre tudo, viu? Passando pela sua reputação, a vontade de jogar tudo pro alto e os conflitos com Kanye West e Katy Perry.

Taylor Swift já pensou em desistir da carreira

Apesar de fazer a linha "boa moça", Taylor sempre foi alvo de críticas pelo fato de namorar muito e da mídia não acreditar em toda essa gentileza. Mas, de acordo com a americana, essa situação foi piorando com o tempo. "Eu tive momentos de turbulência na minha carreira. Quando eu tinha 18, eles diziam 'ela não escreve mesmo todas essas canções'. Então no meu terceiro álbum eu escrevi tudo sozinha como uma reação a isso. Depois eles decidiram que eu era uma namorada em série quando tinha 22. Então eu não me relacionei com ninguém por uns 2 anos. E depois eles decidiram em 2016 que absolutamente tudo sobre mim estava errado. Se eu fizesse algo de bom, era pelas razões erradas. Se eu fizesse algo corajoso, não fiz da forma correta. Se eu me defendesse, eu estava de birra. Então eu me vi em uma cadeia sem fim de piadas. Então decidi não falar mais nada. Não foi necessariamente uma decisão. Foi involuntário", explicou.

Aliás, em 2016 a cantora chegou a pensar em desistir da carreira. "Eu definitivamente pensei muito sobre isso. Eu pensei sobre o quanto as palavras são minha única maneira de entender o mundo e me expressar. E aí qualquer palavra que eu dissesse ou escrevesse se virava contra mim. As pessoas adoram um frenesi de ódio. São como piranhas. As pessoas se divertiam tanto me odiando e nem sempre precisavam de muitas razões para isso. Eu senti que a situação era totalmente incorrigível", contou. Ainda bem que isso não aconteceu, né?

A era "reputation" salvou Taylor Swift?

Foi com "reputation" que a artista conseguiu colocar para fora todas as angústias que estava sentindo e também pensar nas coisas erradas que tinha feito. Depois da "Reputation Stadium Tour", uma chave virou na cabeça da cantora. "Aquela turnê me colocou no lugar mais saudável, equilibrado que eu jamais estive. Após a turnê, coisas ruins podem acontecer, mas elas não me diminuem mais. O que aconteceu meses antes com Scott [Borchetta] poderia ter me atingido três anos atrás e me calado. Eu tinha muito medo de falar. Algo nessa turnê me fez desviar de alguma parte da percepção pública em que eu costumava sustentar toda a minha identidade, que agora sei que é incrivelmente prejudicial", comentou.

"É quase como se estivesse mais claro que o meu trabalho é ser artista. Não é essa coisa grandiosa que às vezes o meu cérebro interpreta e às vezes a mídia faz parte, onde estamos todos neste campo de batalha e todo mundo vai morrer exceto uma pessoa. É como 'quer saber uma coisa?'. Katy [Perry] vai ser lendária. [Lady] Gaga será lendária. Beyoncé será lendária. Rihanna vai ser lendária. Porque o trabalho que elas fizeram obscurece completamente a miopia desse ciclo de notícias de 24 horas loucas por cliques. E de alguma forma eu percebi isso em turnê, enquanto olhava o rosto das pessoas. Nós somos apenas divertindo as pessoas, e isso deve ser divertido", completou.

A briga e a reconciliação com Katy Perry

Falando sobre como a mídia coloca artistas uns contra os outros - principalmente quando são mulheres -, Taylor deixou claro que o que rolou com Katy Perry foi apenas uma falha de comunicação mal resolvida. "Nós estávamos falando sobre como tivemos mal-entendidos com as pessoas no passado, não especificamente uma com a outra. E ela disse: 'Eu sou escorpiana. Escorpiões apenas atacam quando se sentem ameaçados. E eu fiquei tipo: 'Bem, eu sou uma arqueira. Nós literalmente damos um passo para trás, analisamos a situação, processamos como nos sentimos, erguemos o arcos, puxamos para atrás e atiramos. Então são modos completamente diferentes de processar a dor, a confusão, os mal-entendidos. E muitas vezes eu tive que lidar com esse sentimento de ter algo que me machuca e depois dizer que me machucava. Então eu consigo entender como as pessoas na minha vida ficavam: 'Uau, eu não sabia quee você se sentia assim'. Porque leva um tempo pra mim", detalhou.

A eterna rixa com Kanye West

Taylor Swift deixou claro que não aguenta mais falar sobre essa briga - que já dura 10 anos -, mas revelou que, com o passar do tempo, percebeu que o rapper não era completamente honesto com ela. "Alguns eventos aconteceram para me irritar quando ele me chamou de vadia. Esse não foi apenas um acontecimento isolado. Basicamente fiquei cansada da dinâmica entre ele [Kanye] e eu. E isso não foi baseado no que aconteceu naquela ligação e com a música. Foi uma reação em cadeia", explicou.

Depois do que aconteceu no VMA em 2009, Taylor e Kanye West tentaram se reconectar, saíram para jantar algumas vezes e conversavam sobre as suas músicas. Tudo estava indo muito bem e a dona do álbum "1989" estava bastante contente com essa conquista. Porém, as coisas voltaram a ficar estranhas dpeois do VMA 2015, West pediu para a "amiga" entregar o prêmio de Artista Vanguarda.

"Então, eu escrevi um discurso e quando chegamos ao VMA, eu faço o discurso e ele grita 'a MTV trouxe Taylor aqui para me apresentar esse prêmio pela audiência'. E eu estava na plateia de braços dados com a esposa dele e um calafrio me correu pelo meu corpo. Eu percebi que ele é duas caras. Que quando ele quer ser legal comigo atrás das câmeras, ele é, mas quando ele quer parecer descolado, vai na frente de todo mundo e fala merda", desabafou.

A entrevista completa da Taylor Swift para a Rolling Stone você pode ler aqui.

Taylor Swift
Hoje é dia de American Music Awards! Saiba tudo o que vai rolar no AMA 2019
Trégua? Scooter Braun manda carta para Taylor Swift e relata ameaças
Taylor Swift consegue acordo com gravadora após confusão com Scooter Braun
Proibida de cantar suas próprias músicas, Taylor Swift expõe chantagens de Scooter Braun
ver todas as notícias de Taylor Swift Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema