Joey King comenta sobre namoro de Elle e Noah e a história final da protagonista no filme "A Barraca do Beijo 3", que estreia na Netflix em 11 de agosto. No longa, a atriz segue como produtora executiva e comemora a transição dos personagens para um nível mais maduro: "Eu gostei de dar aos nossos personagens a chance de se tornarem adultos de uma forma natural, à medida que você aprende com os erros que comete"

Este é o verão antes de Elle ir para a faculdade e ela está enfrentando a decisão mais difícil de sua vida: ir para a faculdade com o namorado, Noah, ou cumprir a promessa de entrar para a universidade com seu melhor amigo, Lee. Em entrevista, a protagonista e produtora executiva do filme Joey King dá mais detalhes do último filme da franquia, o "A Barraca do Beijo 3".

Qual é a sua lembrança favorita de fazer o primeiro filme?

"Uma das coisas mais loucas, foi que tive que começar a aprender aquelas danças com Joel e nós nos divertimos muito juntos. Eu não tive nenhum treinamento profissional em dança e nós nos ligamos muito em nossos ensaios".

Quando você percebeu o filme se tornou um fenômeno?

"Eu acreditei desde o início, mas, ao mesmo tempo, era apenas um filme independente que não tinha muito dinheiro por trás e nós não tínhamos muito tempo. Nós meio que fizemos isso. Me lembro do dia em que o trailer foi lançado, fiquei muito animada e fiz postagens sobre isto. Dois dias depois, começou a acumular visualizações. As visualizações do trailer acabaram ficando cada vez mais alto e, quando o filme foi lançado, ele explodiu".

Como tem sido o suporte dos fãs?

"É inacreditável. Antes do filme sair, eu tinha, apenas como ponto de referência, cerca 615 mil seguidores no Instagram. E agora meus números são muito diferentes. Essa é uma demonstração muito óbvia do apoio dos fãs. Eu fui para outros projetos também e é incrível como os fãs me apoiaram ao longo do caminho. É tão bom como muitos deles estão animados para ver o que todos nós fazemos. É realmente maravilhoso ver como isso os impactou tanto que eles amam a todos nós".

O que acha do tema amizade homem-mulher que aborda o filme?

"Beth Reekles, que é a autora dos livros, estava muito certa de como esse tipo de amizades são. Uma das minhas coisas favoritas sobre esses filmes é que a amizade de Elle e Lee nunca equivale a nada mais, nunca leva a essa zona romântica. É realmente apenas um amizade. Isso me deixa muito feliz porque eles são as pessoas que mais apoiam em cada outras vidas. E saber que eles sempre terão um ao outro é tão lindo".

E o romance com Noah. O que os fãs acham disso?

"Muitas pessoas ficam obcecadas com isso e estão investindo muito no romance deste filme, o que é incrível. É tão lindo, é tão doce. Ficamos muito nervosos sobre como o público reagiria quando apresentássemos Taylor Zakhar Perez, como Marco, no segundo filme e ele arrasou naquele papel. Os fãs aceitaram muito. Eu percebi que ele era um cara tão legal e eu estava torcendo por ele também. Ver e seguir as reações dos fãs foi uma explosão".

Como foi virar produtora executiva no 2º filme?

"Foi muito, muito emocionante. Já faz muito tempo que estou interessada em produzir. Sou atriz há 18 anos e comecei a amar esse ramo. Eu me sinto muito animada porque sempre tenho muitas ideias e muitas opiniões, mas agora sou realmente capaz de expressá-las".

Qual foi sua parte favorita do 3º filme?

"Minha favorita absoluta, que está no filme apenas por alguns segundos, era a luta de sumô em os grandes ternos. Eu tenho um vídeo inteiro de quatro minutos de nós filmando isso. Eu nunca na minha vida ri tanto. Cada momento de filmagem com Joel é sempre uma diversão"..

E a sensação da transição mais madura?

"Todos os nossos personagens cresceram um pouco. Eu gostei de dar aos nossos personagens a chance de se tornarem adultos de uma forma que acontece naturalmente à medida que você aprende com os erros que você comete. Acho que neste filme houve uma sensação de se tornar mais maduros e temos que fazer um monte de coisas loucas e legais".

O que achou do final da história de Elle?

"Elle tem que aprender a tomar decisões por si mesma. Acho que ela aprendeu que você tem que tomar decisões por si mesmo para ser verdadeiramente feliz. Eu sempre amei isso, a dedicação da personagem aos seus relacionamentos, mas também adoro quando ela decide que deve pensar para ela e mais ninguém".

"A Barraca do Beijo 3" e outras produções de sucesso chegam à Netflix em agosto.

Netflix
5 provas de que "Primeira Morte" é a série teen que precisávamos
Veja data de estreia, fotos e tudo sobre "Boo, Bitch", com Lana Condor
3ª temporada de "Sintonia" ganha data de estreia e fotos inéditas, com spoilers da série
5 coisas que queremos ver na 2ª temporada de "Heartstopper"
ver todas as notícias de Netflix Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema