Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

"Vingadores: Ultimato": atrizes gostariam que Viúva Negra tivesse morrido na história
"Vingadores: Ultimato": atrizes gostariam que Viúva Negra tivesse morrido na história
Os roteiristas de "Vingadores: Ultimato", Christopher Markus e Stephen McFeely, falaram que uma das cenas mais decisivas do longa foi muito difícil de ser tomada, com direito a votação da equipe e tudo o mais. Segundo eles, as personagens - especialmente femininas - prefeririam que a Viúva Negra tivesse morrido. Eita...

Aos fãs da saga de "Vingadores" que ainda não viram o filme, tomem cuidado com os spoilers! Mas, venhamos e convenhamos, um dos focos principais de "Ultimato" foi quanto Gavião Arqueiro e Viúva Negra tiveram que decidir qual dos dois daria a vida para conquistar a Joia da Alma. Com isso, Natasha acaba morrendo em uma batalha - mas isso foi opção dela. Mas, pelo que tudo indica, não era essa a personagem que os atores queriam que tivesse morrido... Ih, como assim?

Em entrevista à Vanity Fair, os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely confessaram que a decisão não foi nada fácil de ser tomada. "Pensamos muito tempo sobre isso. Sabíamos que estávamos matando a primeira personagem feminina do Universo Cinematográfico Marvel. Era um quebra-cabeça causado pela nossa própria criação, mas sentimos que aquela era a resolução perfeita para o seu arco, que se ela se sacrificasse por sua nova família e por metade do Universo, aquilo valeria a pena", contam. Eles ainda falam que as mulheres, em sua maioria, votaram para que Viúva Negra fosse a escolhida a se sacrificar: "Quando dissemos que talvez o Gavião Arqueiro fosse sacrificado, diversas mulheres que trabalharam no filme disseram: 'Não faça isso! Não roubem isso dela!', e isso me chocou porque a conversa entre os dois teria sido muito diferente se o Gavião fosse embora".

McFeely ainda comemorou o que aconteceu: "Estou muito orgulhoso deste momento. Eu não tenho nenhum arrependimento. O único arrependimento é que isso surja no fim do Segundo Ato. Então, não há muito tempo para passar pelo luto, já que temos mais uma hora inteira de filme", conclui.

E vocês, gostaram da decisão? Contem aqui para o Purebreak e, claro, fiquem de olho para mais novidades!

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema