Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Desde que saiu do "BBB20", Victor Hugo recebe muitas ofensas na internet e fora dela. Acontece que toda essa situação tem prejudicado muito a vida do ex-brother, "cancelado" por seu comportamento na casa. No último sábado (2), o psicólogo publicou um texto em seu Instagram que todo mundo deveria ler para entender como a "cultura do cancelamento" ultrapassa certos limites e pode ser tão nociva.

Se você passa o mínimo de tempo na internet, já deve ter visto alguém ser "cancelado". Às vezes, até mais de uma vez ao dia. Tudo começa quando um comportamento, uma fala ou uma atitude desagrada a maioria. Acontece que a "cultura do cancelamento" vem tomando proporções gigantescas e muito perigosas. Vários famosos já refletiram a respeito, incluindo a Maisa. Recentemente, foi a vez do Victor Hugo, do "BBB20", fazer um desabafo sobre o assunto e o Purebreak vai mostrar por que é tão importante prestar atenção no que o ex-brother escreveu.

O maranhense foi o sétimo eliminado do reality show, com 85,22% dos votos. Antes mesmo de sair do programa, Victor Hugo já havia sido "cancelado" na internet, sobretudo, por seu comportamento em relação ao Guilherme e a briga com Manu Gavassi. O psicólogo não agradou o público do "BBB20" com sua postura e, desde que saiu da casa, tem recebido várias ofensas na internet e fora dela.

Vitor Hugo Bbb Bbb20 GIF - VitorHugoBbb Bbb Bbb20 - Discover ...

Victor Hugo pede uma segunda chance em meio à "cultura do cancelamento"

No texto publicado neste sábado (2), Victor Hugo detalha todas as coisas boas que fez ao longo de seus 25 anos, incluindo intercâmbio, trabalhos voluntários, superações na vida pessoal e etc. "Durante 9131 dias da minha vida eu: fui ótimo filho, nunca dei trabalho pros meus pais, me esforcei muito para ter todas as notas máximas no meu mestrado na USP, ganhei prêmio de segundo melhor trabalho sobre estresse num congresso internacional, escalei vulcão, construí igreja, compus 111 músicas, montei grupos e quartetos musicais, ajudei refugiados", escreveu.

Depois, fez um breve resumo dos últimos 50 dias, quando resolveu entrar para o reality. "Como me julgam por 50 dias: falso pra c*****o, apóstata, pombo, fraco, gordo, vive numa realidade paralela, gay enrustido, assexual de Taubaté, vergonha da comunidade LGBT, da igreja, do Maranhão, dos psicólogos". Ao final, ele lamenta pelos erros e pede uma segunda chance.

E o que podemos aprender com isso?

Você já deve saber que tudo o que a gente diz na internet tem efeitos práticos na vida real. Uma brincadeira ou uma opinião disfarçada de ofensa pode sim chegar à pessoa e de uma maneira nada saudável. Portanto, cuidado ao expor o que pensa sobre e/ou para alguém sem conhecê-lo. As redes sociais, se não usadas da maneira correta, são bem tóxicas e nocivas, bem como a prática de cancelar todo mundo a todo instante, sem ouvir o que o outro tem a dizer. Afinal, tudo tem seus limites.

Big Brother Brasil
Após "BBB20", Thelma revela arrependimento e diz como está sua relação com Marcela
Preparamos uma lista realista com 10 famosos que poderiam participar do "BBB21"
O que podemos aprender com o desabafo do Victor Hugo, do "BBB20", sobre a cultura do cancelamento?
11 participantes do "BBB" que não ganharam mas foram protagonistas de suas edições
ver todas as notícias de Big Brother Brasil Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema