Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Comportamentos abusivos em Hollywood, infelizmente, não são nenhuma novidade. Desta vez, quem compartilhou sua experiência foi Gal Gadot, a intérprete da Mulher-Maravilha. Em uma enstrevista, a atriz revelou que o diretor Joss Whedon ameaçou acabar com sua carreira durante as gravações de "Liga da Justiça". Vem que nós explicamos melhor essa história!

Mais um caso absurdo de machismo e assédio moral em Hollywood. Gal Gadot, intérprete da Mulher-Maravilha, finalmente falou sobre o seu desentendimento com Joss Whedon nos bastidores de "Liga da Justiça". Whedon, que foi escolhido para continuar a produção do filme após a saída de Zack Snyder, teria ameaçado destruir a carreira da atriz. Oi? Gal explicou a situação em uma entrevista para o Canal 12 em Israel, seu país natal.

"O que aconteceu com Joss foi que, basicamente, ele ameaçou minha carreira e disse que, se eu fizesse alguma coisa, ele tornaria minha carreira miserável. Eu simplesmente lidei com isso na hora", Gal contou. Em 2020, a revista The Hollywood Reporter publicou uma reportagem falando sobre desentendimentos de Joss Whedon com a atriz nos bastidores de "Liga da Justiça". Na época, Gadot não quis comentar o assunto e apenas disse que "teve problemas com Whedon, mas a Warner Bros. lidou com isso em tempo hábil".

E ela lidou MESMO com o problema. De acordo com a mesma revista, Gal Gadot e Patty Jenkins - diretora dos filmes solo da Mulher-Maravilha - tiveram uma reunião com a diretoria da Warner para falar sobre o comportamento de Joss Whedon. Aparentemente, os desentendimentos começaram pois Joss fez escolhas criativas para a Mulher-Maravilha que não condiziam com o tom da personagem nem nos outros filmes, nem na versão original de Zack Snyder para "Liga da Justiça". Uma testemunha chegou a afirmar que Joss teria dito para Gal "apenas ficar bonita" e que ela deveria "calar a boca e só ler suas falas". Absurdo, né?

17 Things Women Without Children Are Tired Of Hearing | Reality show,  Tiffany pollard, Novos memes

Joss Whedon já está envolvido em várias acusações de assédio moral, inclusive por outro membro do elenco de "Liga da Justiça". Ray Fisher, que faz o Ciborgue, também expôs suas experiências com o diretor, o acusando de ter uma postura abusiva no set de filmagens.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema