Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Linn da Quebrada e mais artistas trans que você precisa conhecer pra ontem!
Linn da Quebrada e mais artistas trans que você precisa conhecer pra ontem!
Infelizmente, poucos artistas trans recebem a visibilidade que merecem, mas ninguém aqui vai desistir! Pensando nisso, o Purebreak montou essa listinha de personalidades que merecem ganhar mais e mais espaço na mídia - mesmo que já sejam famosos de um modo geral. Já queremos filmes, séries, novelas e outros trabalhos com essa galerinha linda!

As coisas parecem estar mudando, a distribuição de informação se tornou algo mais fácil por conta das redes sociais, mas, infelizmente, ainda vivemos em uma sociedade preconceituosa, de uma forma geral. Afinal, quantos atores e atrizes optaram por não se assumirem homossexuais por medo do que as pessoas iam achar ou receio de perderem trabalho? E quantas pessoas já não foram feridas, física ou psicologicamente, apenas pela orientação sexual? Ah, e a pergunta que não quer calar: quantos atores e atrizes transexuais você costuma ver em cena nos grandes filmes e novelas? Pois é, nós estamos cansados disso também. Então, vamos falar um pouquinho sobre esses artistas que merecem e MUITO um espaço maior na mídia?

Maria Clara Spinelli

Se você assiste as novelas da Globo, com certeza já viu esse rostinho em algumas tramas... Sua carreira na televisão começou em 2013, em "Salve Jorge", além de ter feito participações em "A Força do Querer" e ter gravado "Carcereiros". Maria Clara Spinelli também tem trabalhos no cinema e no teatro e, venhamos e convenhamos, ela é maravilhosa! Já queremos mais uma novela com essa musa, hein?!

Tarso Brant

O modelo e ator fez participações em "A Força do Querer" e "Verão 90", mas o gato tem vários trabalhos no teatro, em clipes e na internet. Além disso, Tarso tem um livro falando um pouco mais sobre transição, chamado "Vidas Trans". ARTISTA!

Hunter Schafer

O que falar dessa maravilhosa que conhecemos há pouco tempo, mas já consideramos muito? Hunter interpreta a icônica Jules em "Euphoria" e, pasmem, este é o primeiro trabalho dela na atuação! A musa é modelo e só decidiu aceitar o novo desafio porque o papel não girava em torno dela ser uma trans e mostrava a vida normal de uma adolescente, com seus problemas, suas alegrias. Já queremos ver novos trabalhos com ela!

Elliot Fletcher

Desde 2016, tivemos a alegria de ver o nome de Elliot estampado em alguns papéis importantes. "Faking It", "The Fosters", "Shameless" e, atualmente, na nova série da Netflix, "Runaways", que tem conexão direta com a Marvel! Infelizmente, a série foi cancelada em sua primeira temporada, mas isso já abre mais algumas portas e queremos muito ver uma outra trama com esse lindo!

Glamour Garcia

Belíssima, vencedora do Melhores do Ano do Faustão, destaque na novela "A Dona do Pedaço"... Definitivamente 2019 foi um ano iluminado pra essa musa! Mas você já deve ter visto esse rostinho em outros lugares. Glamour já participou de filmes como "O Amor que Não Ousa Dizer Seu Nome", "Nome Provisório", "Heaven" e "Hotario". Nosso coração ficou quentinho ao sabermos que seus pais a apoiaram do início ao fim na transição. "Minha mãe está muito feliz. Ela foi minha primeira amiga, minha primeira apoiadora", disse a atriz em entrevista ao "Encontro com Fátima Bernardes".

Chaz Salvatore Bono

Ativista, escritor, cantor, ator... O filho da Cher mostrou de vez que tem o lado artístico no sangue! O artista começou a transição em 2008 e participou de um documentário sobre o assunto, chamado "Chaz Bono - Mudança de Sexo". Procura um pouco mais do trabalho desse ícone, vai!

Chaz Salvatore Bono é um ator transexual que participou de histórias como "American Horror Story" e estará no filme "Reboot Camp"
Chaz Salvatore Bono é um ator transexual que participou de histórias como "American Horror Story" e estará no filme "Reboot Camp"

Linn da Quebrada

Gente, é sério, a gente é só orgulho com a Linn da Quebrada! Ganhando cada vez mais espaço nas telinhas, a musa esteve no ar em "Segunda Chamada", série da Globo que está recebendo vários elogios (inclusive, a própria Linn foi um dos destaques da trama). Linn ainda é cantora e chegou a se apresentar no Rock in Rio 2019, ao lado de Karol Conká e Gloria Groove. Linn também participou dos filmes "Sequestro Relâmpago" e "Corpo Elétrico".

Linn já passou por vários desafios na vida, entre eles, um câncer nos testículos que foi descoberto em 2014. Após fazer uma cirurgia de retirada de um dos testículos e quimioterapia por três anos, a artista foi totalmente curada em 2017. Ainda bem! <3

Laverne Cox

É formada em Belas Artes, Escrita Narrativa, Dança e Atuação. Ícone faz assim! Mas, venhamos e convenhamos, nem precisamos nos prolongar muito pra falar dessa deusa, né? Conhecida por seu papel em "Orange is the New Black", a atriz já fez parte de outros sucessos como "Se Enlouquecer, Não Se Apaixone", "Carla", "The Exhibitionists" e fez parte do reality show "TRANSform Me". Mas por seu papel em "OITNB", Laverne foi indicada ao Emmy e se tornou a primeira transexual a participar da lista. É muito talento pra uma pessoa só, galera! <3

Jamie Clayton

Perfeita! A atriz ganhou espaço em "Sense8", como uma das protagonistas. Antes disso, a artista interpretou Michelle Darnell em "Dirty Work", série vencedora do Emmy de 2012, e "Are We There Yet", como Carla Favers. Além disso, Jamie está em produção com "Demônio de Neon" e "The Snowman". Já queremos ver mais trabalhos dessa linda!

Lea T

A estilista e modelo brasileira já sofreu muito preconceito, inclusive de sua família. Em 2007, quando decidiu fazer a cirurgia, seu pai não gostou muito da ideia e começou a excluir a artista - mas, mesmo assim, Lea ainda defende que isso tudo é culpa das raízes religiosas da família.

A modelo disse, em entrevista antiga ao Extra, que ficou um bom tempo para tomar a decisão de fazer a operação: "Eu escutava os casos das meninas e pensava: 'Vou ter que para rua'. Elas falavam que eu não ia conseguir emprego, como elas não conseguiram. Liguei para os amigos falando: 'Quero que vocês saibam que vou seguir minha transição e vou ter que me prostituir, porque vou precisar de dinheiro caso os meus pais não me aceitem'. Essa decisão foi horrível, mas buscar a felicidade não tem preço. Era como se eu tivesse uma doença e a única cura fosse auqilo. Aí eu tive a bênção. O Riccardo Tisci (diretor criativo da grife Givenchy) me colocou em uma campanha para eu não precisar ir pra rua", contou. Ainda bem que deu tudo certo - e isso seria o mínimo para as demais trans do mundo.

MJ Rodriguez

Agora vai ter chuva de "Pose"! Atualmente estamos vendo a artista na série de Ryan Murphy, mas o currículo de MJ já é longo: além de fazer parte de vários filmes e peças de teatro, fez participações em "Luke Cage" e outras séries importantes.

Sobre a militância, MJ aposta que ser trans já faz parte do contexto: "Eu quero ser uma atriz que luta por todos os direitos. Obviamente estou lutando pela minha comunidade simplesmente porque sou trans e tenho que fazer isso. Faço porque é minha existência, acordo de manhã e esta é a minha forma de ativismo", diz. E, claro, a atriz relembra que as coisas não são nada fáceis e seguras para as pessoas trans. "Há momentos em que me sinto completamente segura, mas em outros isso já não acontece. Às vezes sinto que minha vida está em risco e não importa se sou famosa ou não. Minha vida está muito mais em risco do que a de outras mulheres", diz.

Indya Moore

A atriz também faz parte do time pesadíssimo de "Pose". Eleita pela revista Time como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2019, Indya é transexual e não-binário. Ou seja, não se identifica completamente com nenhum dos gêneros. Trabalha como modelo desde os 15 anos, com marcas gigantes como a Dior e a Gucci. Anos depois, foi convidada para trabalhos no cinema e na TV.

Dominique Jackson

Poderosa é seu primeiro nome! Quem assiste "Pose" com certeza já ficou impressionado com a presença de Elektra, não é mesmo? Em 2017, fez a cirurgia de redesignação sexual e lançou uma autobiografia chamada "The Transsexual". Além disso, fez parte de dois documentários: "Minha verdade, minha história: Um Projeto de história oral LGBTQ+ do Caribe" e "Visível: A diáspora do Caribe LGBTQ". Em 2020, já está confirmada na série "American Gods" como Ms. World. Já queremos mais!

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema