Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

A audição do álbum "Donda", de Kanye West, nesta quinta-feira (26) está causando polêmica. O artista substituiu Jay-z em faixa e apareceu ao lado de Dababy e Marlyn Manson, acusados de homofobia e agressão sexual, respectivamente. Saiba mais por que o 10º disco de Kanye está dando o que falar sem nem ter sido lançado!

Nome de Kanye West foi parar entre os assuntos mais comentados da internet pela noite da última quinta-feira (26). Promovendo o álbum "Donda", o rapper causou polêmica ao substituir Jay-Z por DaBaby e aparecer ao lado de Marilyn Manson, dois artistas envolvidos em sérias acusações de homofobia e agressão sexual. Entenda o caso!

Kanye West fez uma audição do seu décimo disco da carreira, o "Donda", e transmitiu tudo pela Apple Music. O cantor preparou uma apresentação pelo Soldier Field, em Chicago, e já começou recebendo queixas por ter se atrasado por mais de duas horas, enquanto seus fãs os esperavam pacientes pelo estádio lotado.

Os comentários negativos começaram a surgir quando o público se deparou com o pai de North West ao lado Marilyn Manson e DaBaby no cenário de uma igreja construída e ao som da primeira música do evento, "Jail".

Marilyn Manson "liberou" amigos de beijar e apalpar ex-assistente

O fato é que Marilyn Manson está sendo acusado de agressão sexual por mais de uma dúzia de mulheres. Começando por Rachel Wood, cantora e ex-noiva do músico. Ela denunciou por abuso durante o relacionamento deles, que durou entre 2007 e 2010. Além dela, a atriz de "Game of Thrones" Esmé Bianc e a ex-assistente dele, Ashley Walters, também levantaram queixas de assédio.

Segundo documentos obtidos pelo "Page Six", Ashley Walters alegou que roqueiro era um "chefe terrível com comportamento explosivo e violento". Além disso, ele teria a obrigado a trabalhar por 48 horas seguidas e disse a amigos que poderiam beijá-la e apalpá-la. Marilyn Manson quebrou o silêncio e disse que as acusações contra ele fazem parte de uma conspiração e que as histórias estão distorcidas.

Dababy, acusado de homofobia, substitui Jay-Z em álbum

Substituir Jay-Z por Dababy em "Donda" não parece ter sido uma boa escolha e isso está repercutindo pelas redes sociais. O rapper foi acusado de sorofobia e homofobia após comentários em show feito no Rolling Loud Miami, em julho deste ano.

"Se você não apareceu hoje com HIV, AIDS ou qualquer doença mortal sexualmente transmissível, que fará você morrer em duas ou três semanas, então levante a lanterna do seu celular... Cara, se vocês não estão chupando um p** no estacionamento, levante a lanterna do seu celular," disparou ele pela apresentação.

Na web, Dua Lipa, Elton John, Miley Cyrus, Anitta , Madonna, Demi Lovato e mais famosos se manifestaram contra as falas de Dababy, que ficou de fora do VMA 2021 após polêmica. Em seu perfil do Instagram, ele deletou o pedido de desculpas para a comunidade LGBTQIA+.

Marilyn Manson "liberou" amigos de beijar e apalpar ex-assistente

O fato é que Marilyn Manson está sendo acusado de agressão sexual por mais de uma dúzia de mulheres. Começando por Rachel Wood, cantora e ex-noiva do músico. Ela denunciou por abuso durante o relacionamento deles, que durou entre 2007 e 2010. Além dela, a atriz de "Game of Thrones" Esmé Bianc e a ex-assistente dele, Ashley Walters, também levantaram queixas de assédio.

Segundo documentos obtidos pelo "Page Six", Ashley Walters alegou que roqueiro era um "chefe terrível com comportamento explosivo e violento". Além disso, ele teria a obrigado a trabalhar por 48 horas seguidas e disse a amigos que poderiam beijá-la e apalpá-la. Marilyn Manson quebrou o silêncio e disse que as acusações contra ele fazem parte de uma conspiração e que as histórias estão distorcidas.

Dababy, acusado de homofobia, substitui Jay-Z em álbum

Substituir Jay-Z por Dababy em "Donda" não parece ter sido uma boa escolha e isso está repercutindo pelas redes sociais. O rapper foi acusado de sorofobia e homofobia após comentários em show feito no Rolling Loud Miami, em julho deste ano.

"Se você não apareceu hoje com HIV, AIDS ou qualquer doença mortal sexualmente transmissível, que fará você morrer em duas ou três semanas, então levante a lanterna do seu celular... Cara, se vocês não estão chupando um p** no estacionamento, levante a lanterna do seu celular," disparou ele pela apresentação.

Na web, Dua Lipa, Elton John, Miley Cyrus, Anitta , Madonna, Demi Lovato e mais famosos se manifestaram contra as falas de Dababy, que ficou de fora do VMA 2021 após polêmica. Em seu perfil do Instagram, ele deletou o pedido de desculpas para a comunidade LGBTQIA+.

Kim Kardashian surge vestida de noiva em audição

As surpresas não param por aí! Bem no fim da audição, Kim Kardashian apareceu com um vestido de noiva exclusivo e foi ao encontro do rapper. Kanye West não escondeu o sorrisão ao rever a socialite e os fãs dividiram opiniões. Enquanto uns acham que os dois continuam separados, mas se dão bem em prol da família, alguns acreditam que nunca houve divórcio milionário e tudo foi puro marketing.

Em outro momento, West saiu em chamas durante a apresentação de "Donda". Veja momentos!

Kanye West adiou "Donda" mais de três vezes

A história não para por aí. Os fãs de Kanye West também estão reclamando do fato do rapper ter adiado o lançamento de "Donda" por mais de três vezes. A ideia original era que o 10º disco estreasse em julho de 2020, mas ele decidiu adiar para 23 de julho de 2021.

A data se passou e "Donda" foi programado para 6 de agosto de 2021. No entanto, o sucessor de "Jesus Is King", de 2019, não chegou às plataformas e Apple Music mostra que dia 3 de setembro vai chegar.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema