Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Lexa relata que sofreu assédio no início de sua carreira
Lexa relata que sofreu assédio no início de sua carreira
Mais uma mulher vítima de assédio no dia a dia, ainda mais no meio de trabalho. Lexa é uma das várias artistas que relata como é difícil começar do zero no ramo e conta um caso de assédio de um DJ famoso na época, quando tinha apenas 18 anos. O caso foi tão bizarro que sua mãe, que estava presente no local, teve que se colocar em sua frente.

Quantas mulheres próximas você já ouviu reclamarem que sofreram assédio em algum momento da vida? E quantas artistas não usaram as redes sociais ou entrevistas para afirmar que foram vítimas de assédio, tanto no trabalho como na vida pessoal? Muitas, né? Infelizmente, o caso se repetiu com Lexa, quando ela tinha apenas 18 anos. Entrevista recente à Quem, a cantora falou sobre o caso pela primeira vez.

"Lembro que um dia estava eu e minha mãe, bem guerreiras do jeito que somos, indo fazer um show. Um DJ, que na época estava meio estourado, olhou para mim e disse: 'Vamos ali atrás da caixa de som, porque você tem que fazer o que eu quiser para que a sua música ande'. Minha mãe estava do meu lado, mas ele não sabia quem ela era e pensou que fosse uma empresária só. Eu tinha 18 anos e fiquei sem entender. Ela tomou a minha frente e disse: 'Como é que é? O que você está falando? Respeite a minha filha. Ela não precisa de nada disso. Vamos embora daqui, deixa esse nojento'. Este foi um de tantos casos de assédio que me marcou. Até reavaliei se queria mesmo seguir aquela carreira", disse durante o bate-papo.

Lexa decidiu pensar em sua carreira e conta algumas das dúvidas que permaneceram em sua cabeça: "Eu já estava lidando com coisas desse tipo, mas essa foi a mais forte. A minha mãe se botou na minha frente. Ela me pegou pelo braço e me levou embora. Naquela hora, bateu uma dúvida. Será que é isso mesmo? Vou ter que ficar ouvindo isso? Eu estava na minha faculdade e tinha meu trabalho na padaria, que era humilde, mas era um trabalho. Eu queria viver da música e coloquei na minha cabeça que aquilo poderia acontecer de novo, mas que eu falaria 'não' e xingaria se fosse preciso", diz. Ainda bem que não foi necessário abrir mão da carreira, ainda mais quando o que se é pedido é apenas respeito.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema