Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Se engana quem pensa não ser possível viver de arte no Brasil. Confira um grande exemplo e dicas que comprovam exatamente o contrário!

É muito normal, principalmente em época de vestibular, rolar aquela terrível dúvida: "Qual carreira devo seguir?". Uma dica que as pessoas costumam dar é seguir em uma profissão que você tenha afinidade. Se você tem bastante interesse por formas, cores, pinturas e desenhos, cursar Artes Plásticas pode ser uma ótima opção! E foi exatamente isso que a artista plástica Branca Paixão decidiu fazer depois de formada em Jornalismo, como a própria revela em entrevista ao Purebreak.

Para saber mais sobre a profissão, fomos até ao atelier da artista, no Rio de Janeiro, para conhecer de perto como funciona esse trabalho. Com obras expostas em diversos países, como França e Alemanha, os quadros fascinam até mesmo quem não é muito ligado em arte pela riqueza de cores e detalhes que expõem os sentimentos de quem cria, compromisso necessário para um profissional da área. E para isso acontecer, é necessário "tirar de dentro de você a emoção, botar seu coração, sua vontade", revela a artista. Além de ser um trabalho que "depende do estado de espírito", ou seja, você mesmo é o seu chefe. Tem coisa melhor?

Incentivo da família é muito importante

É grande o número de jovens que sofrem com a falta de estímulo por parte de seus pais, ainda mais em uma carreira considerada muito difícil de seguir. Quando criança, Branca revela que a única referência era aula de artes na escola pública. Aos 8 anos de idade, surgiu o interesse por pintura. "Meu pai não questionou e comprou cartolina e tinta guache. Comecei a pintar daí. Tá na minha personalidade".

Assim como a criatividade, o apoio da família também é muito importante, pois não são todos os pais que estimulam seguir por esse caminho, mesmo com a média salarial com valores entre R$ 2.900,00 a R$ 5.700,00 mensais. A pintora destaca que "em artes plásticas eu sou livre" e que para seguir na profissão é preciso gostar bastante do que se faz e ter senso crítico diante as criações. Já imaginou ter suas criações expostas em uma galeria como no vídeo abaixo?

Profissão: Artes Plásticas, conheça mais sobre como ser bem sucedido e ganhar a vida através da arte

Mercado crescente e falta de profissionais competentes

Atualmente, no Brasil, a profissão tem muito mais valor que antigamente, e não é considerada mais algo fútil, inclusive tendo um dia de comemoração (8 de maio). "A arte hoje é valorizada, as pessoas compram pra investir", conta a artista. Dessa forma, o mercado está em alta para quem deseja investir em seu talento, independente de pintura, esculturas, fotografia ou qualquer outro tipo de técnica.

As áreas de atuação não se limitam apenas a criações de quadros, esculturas e objetos de cerâmica. Um artista plástico pode exercer várias outras funções como editoração eletrônica e digital, produzir vinhetas para TV e sites, dar aulas em escolas e também gerenciar museus e galerias. "A arte é como qualquer outra profissão e exige bastante dedicação e amor", finaliza Branca, que também é escritora. E não se esqueça: libere a criatividade dentro de você e seja feliz!

(Escrito por Alberto Rocha)

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema