Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Os grupos de K-Pop não saem da sua playlist? Você acompanha todos os comebacks, vê todos os MVs e se considera K-Popper de verdade? Legal, mas será que você consegue reconhecer qual é o artista apenas pela letra da música? Se você é fã do BTS, BLACKPINK, TWICE, GOT7 e outros grupos, chegou a hora de provar! E aí, topa o desafio?

Ser fã de K-Pop é dedicação total! De BTS a BLACKPINK, TWICE ou GOT7, a gente acompanha todos os comebacks, MVs e lançamentos. Se você também não tira os grupos das suas playlists, conhece todas as expressões do mundo k-popeiro, e já está até aprendendo coreano, este é o seu quiz perfeito! Será que você consegue identificar qual é o grupo de K-Pop, lendo apenas um trecho da letra? Viemos para testar os seus conhecimentos - e provar se você é mesmo, ou não, um K-Popper de verdade. Vamos lá?

E aí, arrasou?! Se não, pode ficar tranquilo: aqui no Purebreak você pode acompanhar tudo sobre seus grupos favoritos e aprender mais sobre eles.

Spotify retira músicas de K-Pop do catálogo

Quem tentou ouvir aquela playlist de K-Pop no Spotify essa semana tomou um susto: vários grupos e artistas solo estão indisponíveis na plataforma. Grandes nomes como MAMAMOO, I.U, Monsta X, LOONA, GFRIEND, Seventeen, entre outros, foram afetados. E tudo isso por causa de um problema contratual entre a gravadora Kakao M e o Spotify, que acabou de chegar na Coreia do Sul.

Em nota enviada para o F5, da Folha de São Paulo, o Spotify confirmou que por conta do vencimento do contrato com a distribuidora coreana, "a partir do dia 1º de março de 2021, o catálogo da KakaoM não estará mais disponível". Acontece que a Kakao M é dona do Melon, uma das maiores plataformas de streaming da Coreia do Sul e concorrente direta do Spotify. As especulações são de que a empresa não quer perder espaço para o nosso queridinho no país.

Quem sofre isso são os fãs e os artistas, que nem mesmo foram avisados que suas músicas seriam retiradas do Spotify globalmente. O rapper Tablo, do Epik High, fez um desabafo no Twitter sobre a situação:

"Aparentemente, um desentendimento entre nossa distribuidora Kakao M e o Spotify fez com que nosso novo álbum "Epik High Is Here" ficasse indisponível mundialmente contra nossa vontade. Independente de quem seja a culpa, por que são sempre os artistas e os fãs que sofrem quando empresas colocam a ganância acima da arte?". Tenso!

A situação ainda não foi resolvida entre as duas empresas, mas alguns artistas estão contornando isso como podem, trocando de distribuidora, por exemplo.

Atualização: após negociações entre o Spotify e a Kakao M, as músicas retornaram à plataforma a partir do dia 11/03.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema