Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

"Casamento às Cegas Brasil" lança seus últimos episódios na próxima quarta-feira (20), mas mesmo antes do fim, o reality da Netflix já causou muitas polêmicas. Separamos aqui 7 momentos em que os homens da edição erraram feio e tiveram atitudes bem machistas (com destaque para um participante "especial", é claro). Leia mais!

A versão nacional do reality "Casamento às Cegas" chegou na Netflix no começo do mês, em 6 de outubro, e na próxima quarta-feira (20), encerra a temporada com seus últimos episódios. É claro que como todo reality, podemos nos divertir e ver muitas situações da vida real, só que os homens brasileiros deram algumas bolas foras durante a série, o que chamou atenção nas redes sociais.

Um dos participantes, Thiago Rocha, ganhou duras críticas dos telespectadores e até seu pronunciou, em seu Instagram, afirmando que a edição do programa teria tirado suas falas de contexto, mas não convenceu muito a galera, não. Pensando nessa polêmica, separamos 7 momentos machistas de vários participantes de "Casamento às Cegas Brasil", que valem uma reflexão. Confira!

Confira 7 momentos machistas em "Casamento às Cegas Brasil"
Confira 7 momentos machistas em "Casamento às Cegas Brasil"

Trataram as mulheres como crianças

Isso não aconteceu uma ou duas vezes, mas em vários momentos do programa. O destaque, com certeza, vai para Thiago que, ao se incomodar com o comportamento de algumas mulheres, falou com seus respectivos parceiros, dizendo que deveriam "educar" ou "dar um jeito" na mulher deles. Sendo que se alguém precisa ser educado, é ele!

Mas por outro lado, Shay desvaloriza as reclamações de Ana, quase tratando as reinvindicações da moça como "birra" e Rodrigo vive como se tivesse muito a ensinar para Day, seja de arrumação da casa ou de "cultura". Dois "noivos" chatos demais, né?

Nanda Terra ficou com um dos participantes mais machistas em "Casamento às Cegas Brasil"
Nanda Terra ficou com um dos participantes mais machistas em "Casamento às Cegas Brasil"

Não aceitaram o passado da "noiva"

Mais um destaque para Thiago. O rapaz vive dizendo que sua dupla, Nanda Terra, é super parecida com ele, "sua versão feminina". Mas tem coisas que o rapaz tem que não queria ver na parceria, uma delas é a vida sexual. Apesar de já ter tido vários casinhos e ter feito muito sexo casual, o Thiago diz que não gosta da ideia de ter uma mulher que também já tenha tido várias experiências.

Ele ainda afirma que sabe que isso é machismo, mas não parece muito a fim de mudar essa concepção super atrasada, não. É literalmente: "eu posso ter tido vários parceiros, mas minha mulher não". Qual é a diferença, Thiago? Não se garante, não? Muita hipocrisia!

28 Weird Things You Never Noticed About "Harry Potter" But You'll Never Be  Able To Unsee Now | Harry potter hermione granger, Harry potter hermione,  Hermione granger

Tentaram mudar hábitos da parceria

Outro ponto que vemos aos montes. É claro que em um relacionamento podemos abrir concessões e mudar alguns hábitos que já queríamos mudar pela saúde da relação. Mas esses homens chegaram ontem e exigem que as mulheres se transformem, de acordo com o que eles pensam ser o certo. Rodrigo, por exemplo, não suporta a bagunça de Day e constrange a "noiva", deixando ela quase uma neurótica da limpeza.

Quem também faz isso é Thiago que manda Nanda largar o cigarro o tempo todo porque não quer namorar uma pessoa que fuma. Por que não perguntou isso para ela na época das cabines se era algo tão importante para você? Largar um vício não é fácil e ter apoio das pessoas próximas é fundamental. Mas Thiago só julga...

 

Em "Casamento às Cegas Brasil", Shay fala sobre diferenças culturais
Em "Casamento às Cegas Brasil", Shay fala sobre diferenças culturais

Acharam que iam casar com a mãe

Um dos momentos mais marcantes de todo o "Casamento às Cegas Brasil" é quando Shay, logo no primeiro dia da Lua-de-Mel, diz que uma boa esposa é como uma mãe para o marido. Como a própria Ana Prado diz, "Freud, corre aqui!". Muita gente achou que a diferença cultural é a justificativa para esse comportamento, já que o rapaz é do Irã. É claro que isso pode pesar bastante, mas engana-se quem pensa que não tem muito homem aqui no Brasil atrás de uma outra mãe para casar - mesmo que inconscientemente.

Cuidar de parceire é normal e um ato de carinho, mas quando isso extrapola o limite e você se torna quase responsável pela pessoa, desconfie. Se alguém quer que você marque consultas e compromissos, faça a comidinha preferida sempre (sem fazer nada para te agradar também), coloque o prato, lembre-a de tomar remédios, arrume a cama etc, vale ficar atente!

Tarefas domésticas mal divididas

Outro tema que ganhou destaque foram as tarefas domésticas, que costuma ser uma questão polêmica em relacionamentos heterossexuais. Cada casal pode dividir da forma que preferir - meio a meio, a pessoa que trabalha menos horas fora pega mais atividades da casa etc. Só que o que a gente viu é que os homens se contentam em "ajudar" a manter a casa limpa, lavando uma louça de vez em quando.

O próprio conceito de ajudar já é errado, porque parte do pressuposto de que é uma tarefa da mulher, sendo que cuidar da casa é responsabilidade de todes que moram nela. Algumas que reclamaram disso foram Ana e Day - já que Rodrigo queria tudo arrumado o tempo todo e às vezes nem ele se dava o trabalho de arrumar!

Se intimidaram com feminismo das mulheres

Em uma edição com tantas mulheres fortes e poderosas, não é de se surpreender que alguns homens se sentiram intimidados - o que é bem triste. Hudson, por exemplo, apesar de entender as questões machistas que limitam as mulheres, já que ele próprio é um homem negro, consciente do racismo na sociedade, ainda assim se assusta com algumas posições de Carol.

A jovem não tem medo de contestar o que não acha certo e se impor e nem sempre isso é bem recebido pelo "noivo". Esse medo todo parece mais uma insegurança, já que para lidar com uma mulher assim, ele precisaria ser maduro e inteligente o suficiente, né?

Desvalorizaram suas profissões

Por último, mas não menos importante, Thiago comete um grande erro ao desvalorizar a profissão de Nanda, que é esteticista. A jovem decide mostrar um pouco da vida profissional para o noivo e ele comenta: "é só isso? Você cobra por isso?", sendo que sim, Thiago, o mercado de depilação e estética não para de crescer. Não é porque você não entende, que não é verdade. Ele vai além e ainda comenta que ela pode não ter sucesso na Nova Zelândia, país em que eles planejam se mudar. Com um noivo desse, nem precisa de inimigo....

E vale destacar que ele também não tem uma profissão "clássica", já que é paraquedista e assistente de câmera. Pergunta se Nanda julgou o trabalho dele? Pelo ao contrário, pulou de paraquedas e se encantou com a atividade. Thiago é arrogante, medíocre e imaturo, sua parceira merece muito mais.

Como o próprio pai de Rodrigo falou sobre Day, "ela é muito mulher para ele". É uma conclusão que podemos chegar em relação a quase todos os participantes homens do reality!

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema