Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Estudantes acreditam que cenário da educação não será mais o mesmo por conta da pandemia do coronavírus, revela pequisa
Estudantes acreditam que cenário da educação não será mais o mesmo por conta da pandemia do coronavírus, revela pequisa
A pandemia do coronavírus transformou o mundo em que nós vivemos e tudo indica que as coisas não voltarão a ser como antes, principalmente no que diz respeito à Educação. Mesmo que o formato de aula online não funcionte pra todo mundo - ainda -, muitos estudantes acreditam que esse modelo deve ser o adotado daqui pra frente, revela o estudo feito pelo grupo Pearson.

A pandemia do coronavírus chegou sem avisar e transformou o mundo que nós conhecemos. Mesmo que em alguns países a situação esteja mais tranquila, no Brasil, por exemplo, o fim ainda parece distante. Com isso, novas medidas foram adotadas para as pessoas continuarem trabalhando e estudando. E podemos dizer que o campo da educação foi o que mais sofreu com mudanças. Uma pesquisa feita pelo grupo Pearson, maior empresa de aprendizagem no mundo, mostrou através da segunda edição do Global Learner Survey, que muitos estudantes acreditam que a pandemia transformou para sempre o cenário da educação.

O estudo mostra que 80% das pessoas acreditam que os ensinos fundamental, médio e superior irão mudar pra sempre por conta da pandemia e 90% acham que aprender de forma online fará parte desses três níveis de educação. 90% também afirmam que as pessoas precisam estar mais confortáveis para trabalhar à distância a partir de agora. A pesquisa também mostra que a percepção de que a educação está mais "self-service" é maior. Por aqui, 90% também acreditam que vão precisar assumir maior responsabilidade sobre o que desejam aprender, indo atrás de cursos específicos para aprimoramento da carreira.

Para construir a pesquisa, a Pearson ouviu estudantes de todas as faixas etárias e conversou sobre educação básica, ensino superior, carreira, futuro do trabalho e tecnologia. Foram ouvidas 7 mil pessoas, com idades entre 16 e 70 anos, de sete países: Austrália, Brasil, Canadá, China, Estados Unidos, Índia e Reino Unido. "A pandemia do novo coronavírus trouxe mudanças muito profundas e imediatas para os cenários de educação e trabalho ao redor do mundo", afirmou Juliano Costa, vice-presidente de Produtos Educacionais da Pearson para a América Latina. "O fato de as pessoas perceberem que algumas dessas mudanças são permanentes ocorre porque muitas delas não são inesperadas, mas apenas chegaram antes do que se previa. A Covid-19 acelerou alguns processos de transformação que já vinham ocorrendo, e agora instituições educacionais e empregadores têm a missão de responder rápido e capacitar os profissionais de hoje e de amanhã para se adaptarem a essa realidade", concluiu.

Veja o estudo completo do Global Learner Survey aqui .

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema