Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

O feminismo é um assunto que vem sendo cada vez mais abordado por vários veículos de informação, está sempre presente nas redes sociais e famosos se sentem mais a vontade para comentar sobre. A galera do Purebreak sabe que tem algumas mulheres que não entendem bem o conceito e decidimos chamar algumas famosas para te dar alguns conselhos e ajudar a praticar sororidade!

Muita gente sabe que o feminismo é algo que precisa ser abordado e levado a sério todos os dias. O Purebreak não cansa de falar sobre o assunto, mas sabe que existem algumas pessoas que ainda não entenderam do que realmente se trata ou que até tem uma noção do que é, mas tem medo de falar sobre ou preferem não se arriscar a pagar mico por falar alguma besteira.

Não é vergonha nenhuma você admitir que não sabe tudo sobre alguma coisa e nós estamos aqui para te ajudar com isso! Fomos entrevistar algumas celebs feministas que estão na nova novela das 18h da Globo, "Órfãos da Terra", e pedimos para que elas dessem dicas para jovens mulheres que estão começando a se aventurar no mundo do feminismo. Alice Wegmann, Julia Dalávia, Guilhermina Libanio e Anajú Dorigon vão falar algumas coisas para abrir sua mente.

Julia Dalávia

Visualizar esta foto no Instagram.

Liberdade em ser estar ir e vir e ocupar #8m

Uma publicação compartilhada por Julia Dalavia (@juliadalavia) em

"Apoie as suas manas, fique do lado das mulheres. Tenha um olhar mais empático em relação as mulheres. A gente é um time que tá precisando se unir mais e estamos caminhando pra isso. Nosso nível de consciência já evoluiu bastante nos últimos tempos. Se empodera, busca apoio com as outras manas que já estão nesse rolê há mais tempo. E não se deixe abalar, porque vai ter muita gente que vai chegar falando, querendo desincentivar, tirar essa força que a gente está conquistando, dizer que não é esse caminho. Não seja tão radical, mas seja".

Guilhermina Libanio

Visualizar esta foto no Instagram.

No dia 8 de março eu dispenso as flores e o parabéns! Eu quero respeito, eu quero ver minhas companheiras vivendo sem medo. Eu quero a igualdade salarial e de direitos, eu quero a legalização do aborto, eu quero que uma mulher não seja estuprada a cada 11 segundos, eu quero que mulheres parem de ser agredidas física e psicologicamente por seus companheiros. Quero que os vizinhos ouçam os gritos e liguem pra polícia. Eu quero mulheres deputadas, senadoras e presidentes. Eu quero um presidente que não ignore a onda de violência que mulheres têm sofrido nesse ano de 2019. Eu quero um representante que não pense que a minha existência surgiu de uma fraquejada. Hoje não é dia de flores, é dia de refletir, de lutar pelos direitos que ainda não conquistamos e de agradecer aquelas que se sacrificaram pra que eu pudesse hoje estar escrevendo esse texto. O PRESENTE é feminino. #8M

Uma publicação compartilhada por Guilhermina Libanio (@guilherminalibanio) em

"Ainda bem que deu esse 'boom' do feminismo, porque é tão importante e uma coisa tão básica, que são os direitos iguais. Tava na hora né, 2019, eu acho que não dá mais tempo de não falar sobre direitos iguais. Acho que dica de sororidade é olhar com mais amor para outras mulheres. Eu sei que nós somos ensinados a criticar, olhar de cara feia e pensar um monte de coisas antes de conhecer uma pessoa. Precisamos desaprender isso e aprender a olhar para as pessoas de outra forma, reconstruir o olhar. Reconstruir o seu olhar para outras mulheres".

Anajú Dorigon

Visualizar esta foto no Instagram.

Dia Internacional da Mulher ❤️ #8M

Uma publicação compartilhada por ANAJÚ (@anajudorigon) em

"Eu acho que antes de entrar na vertente que você quer entrar, pesquise primeiro. Hoje em dia a gente tem acesso a uma diversidade de informações. O que a gente quiser, podemos saber na hora que quisermos, uma vez que você pesquisou e entendeu as razões e os motivos por trás daquela atitude. Porque por mais que a gente tenha aquele discurso super legal e incrível, o bacana mesmo é a gente passar a nossa verdade".

Alice Wegmann

Visualizar esta foto no Instagram.

um resumo do carnaval e da minha vida todinha: "uma mulher de verdade é qualquer coisa e tudo aquilo que ela quiser ser" #8M RESPEITEM A NOSSA LIBERDADE

Uma publicação compartilhada por Alice Wegmann (@alice.weg) em

"Eu acho que, na verdade, tem muita gente que confunde o feminismo com o machismo. Eu acho que essa palavra talvez assuste um pouco logo de cara. O feminismo não é o contrário de machismo, o contrário de machismo é femismo e não é isso que a gente quer pro mundo. O feminismo é só a equidade, a luta pelos direitos iguais, é simples. Então é por isso que a gente está lutando. Acho que é um pouco difícil ainda e precisamos dar significado cada vez mais à essa palavra. A gente não pode parar de bater nessa tecla". Alice, escolhermos te amar!

Alice Wegmann
De distúrbios alimentares a ensaio nu: a relação de Alice Wegmann com o seu corpo
Alice Wegmann faz ensaio nu e arrasa falando sobre autoaceitação e empoderamento
Veja os 10 fatos mais curiosos sobre a Alice Wegmann
Pedimos para algumas famosas feministas darem conselhos a jovens mulheres
ver todas as notícias de Alice Wegmann Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema